27.3 C
Manaus
terça-feira, julho 16, 2024

Glória Carrate reclama de sessão virtual e acusa colegas de forjar presença on-line

Parlamentar sugeriu que as sessões virtuais sejam anuladas e que os vereadores voltem às sessões presenciais.

Por

Durante o pequeno expediente na Câmara Municipal de Manaus (CMM) nesta quarta-feira, 14/4, a vereadora Glória Carratte (PL) afirmou que alguns vereadores congelam a imagem para forjar a presença durante as sessões virtuais da Casa Legislativa. Segundo ela, além disso, muitos vereadores deixam a CMM antes mesmo do encerramento do expediente.

Em sua fala, após a deliberação de projetos pelo plenário, a parlamentar sugeriu o cancelamento das sessões on-line e acusou, sem citar nomes, alguns vereadores de cometerem as práticas.

“Gostaria de chamar atenção para uma situação. Nós temos três dias para trabalhar aqui nesta casa e muitos vereadores não estão vindo trabalhar e congelam a imagem na tv virtual e não prestam atenção na hora do plenário. Então eu gostaria de contar com a colaboração de todos que estão aqui, porque a maioria está vindo trabalhar”, afirmou.

Em função da “enganação” ela pediu apoio aos demais vereadores e sugeriu que as sessões virtuais fossem anuladas pois, segundo ela, muitos trabalhadores se arriscam pegado ônibus todos os dias e o vereadores precisam dar exemplo para a população.

“É pedir muito senhores? Pelo amor de Deus. Me desculpem, a quem caiu a carapuça. Ontem foi uma vergonha, fui a primeira a chegar e antes de encerrar o expediente não tinha mais ninguém. Quem quiser ficar chateado que fique”, disse ao criticar a saída de alguns colegas após explanarem suas falas durante a sessão.

A fala da parlamentar gerou burburinho na sessão e Glória chegou a ser aplaudida por alguns colegas. Sobre a reclamação, Wallace Oliveira (Pros), vereador que estava presidindo a sessão, deu apoio a parlamentar e chamou a atenção dos demais vereadores quanto a fala da vereadora e o andamento do expediente.

“Quero lembrar que os senhores estão no pequeno expediente. Se for para falar sobre o pronunciamento da vereadora, nós vamos normatizar o artigo. Não é o grande expediente e não cabe a parte”, reforçou.

Mesmo assim, durante o seu pronunciamento, o vereador Everton Assis (PSL) opinou sobre o assunto. “Ontem eu falei sobre isso e recebi mensagens de colegas me criticando por ter levantado esta pauta. Aqui cada um sabe de suas responsabilidades e não vou ficar passando a mão na cabeça de ninguém”, alertou.

— —

Por Izabel Guedes

Foto: Divulgação/CMM

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -