29.3 C
Manaus
quarta-feira, junho 12, 2024

Vereadores da CMM seguem gastando todo o ‘cotão’ sem mostrar serviço à população manauara

O presidente da CMM David Reis só não estourou todo o limite da cota no mês de março porque deixou R$ 6 na conta. Vereadores Glória Carratte e Elissandro Bessa foram outros que rasparam a conta da cota parlamentar

Por

O recurso mensal destinado a custear gastos dos membros do Poder Legislativo conhecido como “cotão” voltou a chamar atenção pelos gastos exorbitantes dos vereadores da Câmara Municipal de Manaus (CMM). O presidente da Casa, David Reis (Avante) nos dois primeiros meses de 2021 foi um dos campeões com gastos da Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar (Ceap).

No mês de março, o vereador gastou R$ 18.138,13, quase excedendo todo o limite disponível. Cada membro do Poder Legislativo tem valor máximo de R$ 18 mil, por mês, de uso da cota. Caso não chegue ao limite, a quantia restante acumula para o mês seguinte. Os dados foram levantados pelo Portal O Convergente, com base nos documentos disponibilizados no Portal da Transparência. O vereador David Reis só não estourou o limite da cota, no mês de março, porque deixou R$ 6 na conta.

Confira o documento:

 

No mês de março desde ano, o presidente da CMM utilizou o valor de R$ 3.050,80 com combustível. Para locação terrestre e fluvial, ele gastou R$ 9 mil. Durante os três primeiros meses do ano, David Reis gastou mais de R$ 53,9 mil com a locação de veículos, combustível e divulgação de atividade parlamentar, conforme demonstrativo da Ceap.

Mesa diretora – A vereadora Glória Carratte (PSD), que também é membro da Mesa Diretora da Casa, foi outra parlamentar que usufruiu de quase todo o seu cotão. No mês de março, a parlamentar usou com locação de veículo terrestre fluvial o valor de R$ 8,5 mil. Com a divulgação da atividade parlamentar, Glória declarou ter gasto R$ 4.750,00 e com assessoria e consultoria técnica R$ 4.500. O total das despesas da vereadora Glória Carratte foi de R$ 17.750,00 em março, próximo ao limite da cota Ceap.

Condenação – A presidente da Comissão de Ética da CMM, Glória Carratte foi condenada pelo Ministério Público do Amazonas (MPE-AM) a devolver R$ 3,3 milhões aos cofres públicos por enriquecimento ilícito. Sobre o assunto, a CMM segue sem se manifestar. Durante a transmissão da sessão plenária do dia 3/5, um internauta cobrou posicionamento da vereadora no espaço disponibilizado para comentários no YouTube.
Em sua fala, o cidadão diz aguardar o discurso da vereadora Glória Carratte sobre a obrigação da parlamentar em devolver R$ 3 milhões aos cofres públicos. “Triste o corporativismo dessa casa!”, finalizou.

Confira as imagens:

Gastador – Outro vereador gastador é Elissandro Amorim Bessa. Em um único dia ele declarou ter consumido R$ 16.800,82 da cota parlamentar. No dia 22/3, ele declarou ter gasto R$ 9 mil com locação de veículos e R$ 7.800,82 com combustível. Nas redes sociais do parlamentar ou nos anais da CMM, porém, não há o registro de atividades parlamentares que justifiquem o uso dos valores.

Confira o documento:

O Portal O Convergente procurou a diretoria de comunicação da Câmara Municipal de Manaus para mais esclarecimentos, mas até o fechamento desta matéria não obteve retorno às demandas.

— —

Por Juliana Freire

Foto: Divulgação / Ilustração: Marcus Reis

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -