34.3 C
Manaus
sexta-feira, fevereiro 23, 2024

Milei modera discurso e convida Lula para sua posse: “construção de laços”

Ainda não está confirmado que Lula viajará a Buenos Aires

Por

O presidente eleito da Argentina mudou o tom e disse que gostaria da presença de Luiz Inácio Lula da Silva, quando assumir o poder, em 10 de dezembro. O documento foi entregue ao ministro Mauro Vieira pela futura chanceler argentina, Diana Mondino.

O convite acontece uma semana após o presidente da Argentina ter sido eleito. Vale lembrar que, durante sua campanha, o argentino já chamou o presidente brasileiro de corrupto e comunista além de ter desdenhado do Mercosul.

Neste domingo (26/11), a deputada argentina eleita, escolhida por Milei como futura chanceler, esteve em Brasília e se reuniu com o ministro das Relações Exteriores brasileiro, Mauro Vieira.

Mondino entregou a Vieira pessoalmente um convite assinado por Milei para que Lula compareça à posse do argentino no dia 10 de dezembro.

Além disso, segundo o Itamaraty, Mondino e Vieira também discutiram aspectos da relação bilateral e do atual estágio das negociações do acordo entre Mercosul e União Europeia. A reunião foi acompanhada pelos embaixadores do Brasil em Buenos Aires, Julio Bitelli, e da Argentina em Brasília, Daniel Scioli.

Apesar da cordialidade de Mondino, ainda não está confirmado que Lula viajará a Buenos Aires para a posse de Milei. Segundo interlocutores, um dos obstáculos seria a presença do ex-presidente Jair Bolsonaro, que estará na capital argentina acompanhado de uma delegação que inclui seus filhos Flávio e Eduardo e sua esposa, Michelle.

Trechos do documento

“Estimado presidente, te faço chegar a presente mensagem, portador de meus cordiais cumprimentos, para transmitir o convite que me acompanhe, no próximo dia 10 de dezembro, nos atos que aqui terão lugar por motivo de minha ascensão ao mandato presidencial”, diz o documento.

“Sei que o senhor conhece e valoriza cabalmente o que significa esse momento de transição para a memória histórica da Argentina, seu povo, e naturalmente, para mim e minha equipe”, continua a carta.

Ao final, Milei deseja que seu tempo em comum com Lula como presidentes “seja frutífero e de construção de laços”, diz que espera encontrar o presidente brasileiro “em breve” e que envia seus cumprimentos “com estima e respeito”.

Leia mais: Após eleição de Milei, Lula afirma que não precisa gostar de presidentes vizinhos

__

Por July Barbosa com informações UOL

Revisão textual: Vanessa Santos

Foto: Divulgação

📲 Receba no seu WhatsApp notícias sobre a política no Amazonas.

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -