29.3 C
Manaus
sexta-feira, abril 19, 2024

Denúncias contra Denarium vão de licitações suspeitas até favorecimento ao garimpo ilegal

Cassação do governador de Roraima por distribuição de cestas básicas é apenas mais uma polêmica

Por

Muito além da cassação por distribuir cestas básicas aos que não têm nada para comer em Roraima em pleno ano eleitoral, o governador Antonio Denarium, em seu segundo mandato, possui uma ampla ficha de polêmicas no trato com o dinheiro público. O empresário que entrou na política pela porta do governo estadual, enfrenta denúncias que vão desde licitações suspeitas à falta de proteção ao povo Yanomami, favorecinento a familiares, e uma estranha aproximação com Lula, após se ajoelhar em Manaus e agradecer pela vida de Jair Bolsonaro, conforme o portal O Convergente tem noticiado.

GARIMPO ILEGAL E AMEÇA AOS YANOMAI

Inimigos dos indígenas? Um grupo de indígenas isolados, dentro do Território Yanomami, em Roraima, está a apenas 15 quilômetros de um ponto de garimpo ilegal. Imagens captadas durante um sobrevoo, comprovam a existência da comunidade e registram, inclusive, malocas e plantações de alimentos no entorno.

Leia mais: https://oconvergente.com.br/2023/02/17/antonio-denarium-e-socio-de-empresarios-multados-por-desmatar-terras-indigenas-em-roraima/

Em fevereiro deste ano, o monitoramento que envolveu os ministérios dos Povos Indígenas e do Meio Ambiente, a Fundação Nacional dos Povos Indígenas (Funai), o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), a Força Nacional e a Polícia Federal, mostrou que os indígenas convivem proximamente ao garimpo ilegal.

Leia mais: https://oconvergente.com.br/2022/10/17/apos-periodo-eleitoral-antonio-denarium-firma-contratos-milionarios-para-aquisicao-de-veiculos/

Denarium sancionou duas leis que favorecem o garimpo ilegal. A primeira, em fevereiro de 2021, por obra dele, liberava todos os garimpos no estado.

“Independentemente de prévios trabalhos de pesquisa”, podia usar até mercúrio, dizia textualmente a Lei do Bolsonarista de longa data. Mas o governador foi além. Mesmo depois que a Lei foi considerada inconstitucional, não desistiu.

Proibiu que os maquinários dos garimpeiros fossem destruídos. O MPF chamou a Lei de “claramente inconstitucional”. Denarium chamou de apoio aos “empreendedores da mineração”.

“Com relação a não destruição de equipamentos, se fez com o objetivo de tentar aproveitar os bens em benefício da população. Por exemplo: uma vicinal que dá acesso ao escoamento de produção de uma comunidade indígena que precise de manutenção, poderia ser feita com uma pá carregadeira ou escavadeira aprendida em operações, dessa forma, gerando benefício à população”, disse em nota.

Leia mais: https://oconvergente.com.br/2022/08/08/roraima-antonio-denarium-e-cunhada-sao-denunciados-por-suspeita-de-irregularidades-em-contrato-milionario-com-dispensa-de-licitacao/

OBRA FANTASMA

Outra polêmica na trajetória de Denarium no governo de Roraima foi uma obra supostamente fantasma no ano passado. O governador resolveu realizar um gasto milionário para a implantação da segunda etapa do prédio do Instituto de Criminalística de Roraima. Porém, o que causa estranheza neste gasto é que segundo denúncia, não existia sequer a primeira etapa do instituto construindo no local.

Leia mais: https://oconvergente.com.br/2022/07/21/denuncia-denarium-firma-contrato-milionario-para-fazer-segunda-etapa-em-suposta-obra-fantasma-do-instituto-de-criminalistica-de-roraima/

Em vídeo e fotos encaminhados à redação do O Convergente, aparece na placa da obra que o valor gasto será de mais de R$ 1,4 milhão, e que a mesma deverá ficar pronta no prazo de 240 dias. Além disso, o terreno localizado na avenida João Alencar, no bairro Caranã, em Boa Vista, estava abandonado, tomado pelo mato e não tinha nada construído.

Leia mais: https://oconvergente.com.br/2022/10/25/roraima-antonio-denarium-fecha-mais-de-50-escolas-e-agora-vai-gastar-mais-de-r-41-milhoes-para-reforma-de-apenas-uma-unidade-escolar/

SÓCIO DE DESMATADORES

Empresário do agronegócio e pró-garimpo, o governador de Roraima é um dos oito sócios da empresa Frigo10 Ltda, um grande frigorífico privado do Estado. O governador de Roraima está ligado a fazendeiros multados por desmatamento, crimes ambientais e invasões na Terra Indígena Yanomami para criação de gado.

Leia mais: https://oconvergente.com.br/2023/05/26/acao-pede-anulacao-de-posse-de-simone-denarium-como-conselheira-do-tce-de-roraima/

Denarium e mais cinco sócios do frigorífico receberam, ao todo, 18 multas ambientais entre 2005 e 2019 que somam R$ 20 milhões.

Nas redes sociais, Denarium usa bordões como “Cada dia melhor” e “Denarium trabalhando e Deus abençoando”, pensados na época em que o governador pedia votos para Bolsonaro, antes de mudar o discurso e passar a apoiar Lula, após a derrota do seu indicado.

Em Manaus, até ajoelhou e agradeceu pela vida de Jair. Hoje, posa ao lado do petista.

Leia mais: https://oconvergente.com.br/2023/08/04/bolsonarista-de-carteirinha-antonio-denarium-se-rende-e-faz-palanque-a-lula-em-parintins/

 

O episódio das cestas básicas entra para a lista de polêmicas que marcam a trajetória do esposo de Simone Denarium, eleita para a cadeira vitalícia do Tribunal de Contas do Estado, órgão que fiscaliza justamente os gastos do Governo de Roraima.

Leia mais: https://oconvergente.com.br/2023/05/23/deputados-dao-a-simone-denarium-vaga-vitalicia-de-conselheira-no-tce-de-roraima/

Nascido em Anápolis, Goiás, o governador segue no cargo, recorrendo ao TSE e destacando nas redes sociais que “confia na justiça”, e que tem a “consciência tranquila”.

Por: Elton Rodrigues 

Ilustração: Marcus Reis

 

Fique ligado em nossas redes

spot_img

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -