30.3 C
Manaus
domingo, junho 16, 2024

Pré-candidatos não podem apresentar programas de rádio e TV a partir desta quinta-feira, 30/6

Corte estabelece uma multa de até R$ 100 mil em caso de descumprimento da determinação. Além disso, o pré-candidato poderá ter o registro de sua candidatura cancelada

Por

A partir desta quinta-feira, 30/6, emissoras de rádio e televisão ficam proibidas de transmitir programas apresentados ou comentados por pré-candidatos às eleições deste ano. A regra faz parte do Calendário Eleitoral estabelecido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em janeiro.

A Corte estabelece uma multa de até R$ 100 mil em caso de descumprimento da determinação. O pré-candidato ainda poderá ter o registro de sua candidatura cancelada.

A partir do próximo sábado, 2/7, a exatos três meses do primeiro turno, novas restrições entram em vigor.

Agentes públicos da esfera administrativa cujos cargos estejam em disputa ficam impedidos de dar aval a publicidade institucional de atos, programas, obras, serviços e campanhas de órgãos públicos ou das respectivas entidades da administração indireta.

Além disso, fica vedado o pronunciamento em cadeia de rádio e televisão fora do horário eleitoral gratuito, a não ser quando a Justiça Eleitoral entender como matéria urgente, relevante e característica das funções de governo.

Inaugurações com contratação de shows artísticos pagos com recursos públicos também são proibidas a partir dessa mesma data.

A partir da próxima terça-feira, 5/7, fica permitido fazer propaganda intrapartidária para a indicação de nomes, sendo vedado o uso de rádio, televisão e outdoor. A partir de 20 de julho, os partidos podem começar a se reunir nas convenções para decidir sobre coligações e oficializar suas candidaturas.

—-

Da Redação com informações da CNN Brasil
Foto: Divulgação

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -