25.3 C
Manaus
sexta-feira, julho 12, 2024

Às vésperas da campanha eleitoral, gestão de David Almeida contrata servidores temporários para Prefeitura de Manaus

O que chama a atenção é que a Prefeitura de Manaus ofertou 320 vagas; no entanto, o resultado preliminar do processo seletivo aponta quase 800 pessoas

Por

A gestão do prefeito David Almeida (Avante) deve contar com a contratação de novos servidores, às vésperas do pleito. O resultado preliminar de um processo seletivo listou quase 800 pessoas aptas a assumirem como novos servidores municipais. O que chama a atenção é que, anteriormente, a Prefeitura de Manaus havia anunciado apenas 320 vagas.

A informação sobre a nova contratação da Prefeitura de Manaus consta no Diário Oficial do Município, publicado na última segunda-feira (17). De acordo com o documento, 793 pessoas estão aptas a prestar serviços à prefeitura e devem ser contratadas a partir de um Processo Seletivo Simplificado (PSS).

DOM 5847 17.06.2024 CAD 1

As novas contratações de servidores da gestão de David Almeida são para as funções de pedreiro e servente na Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), que tem como titular Heliatan Botelho.

Conforme apurou O Convergente, para os serviços como pedreiro, estão aptas 283 pessoas, sendo duas vagas para pessoas com deficiência (PCDs). Já para servente, 510 pessoas foram consideradas aptas, de acordo com a publicação, sendo três para vagas de PCDs.

Em maio, a Prefeitura de Manaus divulgou que abriria um processo seletivo para a contratação de 320 servidores temporários, além de cadastro reserva para a Seminf. Apesar do anúncio anterior, no último dia 10 de junho, a gestão de David Almeida afirmou que foram 835 inscritos no processo, que passaram por uma fase de análise, chegando à lista final de 793 pessoas aptas a trabalhar na gestão de David Almeida.

Número divergente

A apuração do O Convergente constatou que a Prefeitura de Manaus afirmou que contrataria 80 pedreiros, com carga horária de oito horas diárias de trabalho, sendo 40 horas semanais. No entanto, a publicação do Diário Oficial do Município apontou que a gestão de David Almeida considerou 283 pedreiros, sendo 2 nas vagas de PCDs.

Vale pontuar que as informações foram apuradas nos canais oficiais da Prefeitura de Manaus (acesse aqui). Conforme informou a gestão de David Almeida, a remuneração dos servidores para o cargo de pedreiro é de R$ 1.927,51, além de auxílio-transporte e auxílio-alimentação.

Já as vagas de servente, de acordo com a Prefeitura de Manaus, 507 pessoas se inscreveram no cargo, sendo 27 nas vagas de PCDs. Porém, o Diário Oficial do Município apontou 510 pessoas para a vaga de servente, sendo 3 nas vagas de PCDs.

O que chama a atenção neste caso é que, anteriormente, a Prefeitura de Manaus apontou que estavam sendo oferecidas 240 vagas de servente, com jornada de trabalho de oito horas diárias, totalizando 40 horas semanais. O salário é de R$ 1.412, mais auxílio-transporte e auxílio-alimentação.

Além disso, é importante pontuar que a gestão municipal afirmou que 150 vagas estavam destinadas ao cadastro reserva, mas a publicação do DOM não informou sobre o assunto.

O DOM destaca que o resultado é preliminar e afirma que “caberá recurso contra erros ou omissões na avaliação, dentro de 2 (dois) dias úteis, a contar da publicação do resultado preliminar no Diário Oficial do Município de Manaus”.

Ainda de acordo com a Prefeitura de Manaus, o resultado final deve ser divulgado nesta quinta-feira (20), e as contratações devem ocorrer de forma imediata a partir do dia 26. Até o momento da publicação desta matéria, a Prefeitura de Manaus ainda não havia divulgado o resultado final do processo seletivo.

Outro lado

O Convergente entrou em contato com a Prefeitura de Manaus, bem como com a Seminf, para questionar o número divergente do processo seletivo. Confira a nota:

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), informa que, no último dia 17 de junho, a Portaria nº 184/2024-Seminf/GS, publicada no Diário Oficial do Município (DOM), edição 5.847, divulgou o resultado preliminar do Processo Seletivo, incluindo as respectivas pontuações. Informa, ainda, que, na mesma publicação, foi aberta a possibilidade de recurso para quem discordar da pontuação final, com prazo estimado entre 18 e 19 de junho, mediante apresentação de protocolo na secretaria.

A Seminf reitera que o resultado é considerado “preliminar” e que serão convocados os candidatos aprovados, conforme critérios pré-estabelecidos, que estiverem dentro do número de vagas divulgadas no edital.

Leia mais: Aprovado nas comissões da CMM, vereadores repercutem veto de David Almeida sobre PL de autoria da oposição

___

Por Camila Duarte

Ilustração: Marcus Reis

📲 Receba no seu WhatsApp notícias sobre a política no Amazonas.

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -