32.3 C
Manaus
quarta-feira, junho 12, 2024

Amazonas Meu Lar: Governo do AM apresenta oportunidades do programa em Feirão de Imóveis

No evento, o stand do Amazonas Meu Lar traz informações sobre o maior programa habitacional do estado

Por

O Governo do Estado participa da 3ª edição do Feirão de Imóveis, apresentando as oportunidades e os benefícios do Programa Amazonas Meu Lar. O evento, promovido pela Associação das Empresas do Mercado Imobiliário do Amazonas (Ademi-AM), começou na sexta-feira (31) e segue até domingo (02), das 10h às 22h, no Centro de Convenções Vasco Vasques, zona centro-sul de Manaus.

O Programa Amazonas Meu Lar integra as políticas de habitação e fundiária do estado. É executado pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Metropolitano (Sedurb), Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE), Superintendência Estadual de Habitação (Suhab) e Secretaria de Estado das Cidades e Territórios (Sect). Tem como meta a oferta de 24 mil soluções de moradia e a regularização de 33 mil imóveis.

O Amazonas Meu Lar atua em parceria com o programa federal Minha Casa, Minha Vida. O investimento estimado pelo programa é de R$ 4,7 bilhões, somando recursos do Estado e dos fundos de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e de Arrendamento Residencial (FAR).

De acordo com o secretário da UGPE, Marcellus Campêlo, a parceria com o mercado imobiliário e a construção civil é importante para o Amazonas Meu Lar. As construtoras, prossegue ele, participam das linhas de atendimento do programa, como o Subsídio Entrada do Meu Lar/FGTS e vão construir as unidades habitacionais da linha FAR, incluindo o Retrofit, que é a readequação de prédios desocupados para se transformarem em moradias.

“O alinhamento do Governo do Estado com o mercado imobiliário e da construção civil é necessário para que o programa tenha êxito”, ressaltou Campêlo.

O subsídio estadual, afirma o secretário, para a construção de unidades habitacionais nos municípios do interior, via Minha Casa, Vida, por exemplo, atende a uma necessidade do mercado, uma vez que o custo de construção é maior e as prefeituras teriam dificuldade em atrair empresas para executar os projetos aprovados pelo Governo Federal. “Por isso, o estado, por meio do Amazonas Meu Lar, vai aportar recursos aos municípios para complementar esse custo”, observou.

No evento, o stand do Amazonas Meu Lar traz informações sobre o maior programa habitacional do estado, com as equipes a postos para tirar dúvidas sobre os serviços ofertados. De acordo com o diretor-presidente da Suhab, Jivago Castro, é importante a presença das secretarias em eventos como esse, que possibilitam aproximação com a população, reforçando o trabalho realizado pelo Governo do Amazonas, além de esclarecer as dúvidas que surgem.

“Dos seis projetos habitacionais aprovados pelo Minha Casa Minha Vida, cinco já foram licitados e estão na fase de finalização para a publicação do resultado. O último, está na fase de edital em aberto até o dia 10 de junho e é para a requalificação do antigo prédio da Receita Federal, contemplado no Retrofit com 85 unidades habitacionais”, detalhou Jivago Costa.

O secretário de estado de Desenvolvimento Urbano, Fausto Santos Júnior, destaca que a parceria entre o Governo do Amazonas e as construtoras que participam do Subsídio Entrada Meu Lar, é fundamental para fomentar o mercado imobiliário. “O valor de entrada que é concedido pelo Governo do Estado em uma das modalidades do Amazonas Meu Lar, o Entrada Meu Lar, elimina um dos maiores obstáculos enfrentados pelas construtoras na hora da venda”, disse

Segundo Fausto Jr, muitas vezes o comprador deseja adquirir o imóvel, tem renda, mas não tem o valor da entrada. Com essa modalidade do Amazonas Meu Lar, o governo assegura esse valor, facilitando a concretização da compra e impulsionando o mercado imobiliário no estado.

O stand do Governo do Amazonas, no evento, conta com maquete de um modelo de residencial do Programa Social e Ambiental de Manaus e Interior (Prosamin+), além de material informativo do Programa Amazonas Meu Lar.

Mercado imobiliário

O vice-presidente da Ademi-AM, Hélio Alexandre, destacou que o evento não é realizado desde 2020, devido à pandemia, e agora está retornando por conta do aquecimento do mercado imobiliário, com a oferta de mais de 5 mil unidades residenciais, com preços e descontos diferenciados.

“Estamos muito felizes que o mercado está muito aquecido. As vendas estão acontecendo de uma forma muito significativa em 2024 e nós entendemos que era o momento fundamental para retomar o Feirão de Imóveis”, disse.

*Com informações da assessoria

Leia mais: Governador Wilson Lima lamenta a perda de Arthur Bisneto

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -