31.3 C
Manaus
quinta-feira, maio 23, 2024

Mais uma vez, sindicato anuncia greve geral na Argentina contra reformas de Milei

Essa é a segunda greve geral na Argentina desde a posse de Javier Milei, em dezembro de 2023

Por

Em mais um ato contra o governo de Javier Milei, na Argentina, a Confederação Geral do Trabalho (CGT), maior central sindical da Argentina, informou nessa quinta-feira (11) uma greve geral contra o ajuste fiscal feito pelo presidente argentino.

A greve deve ocorrer apenas no dia 9 de maio, conforme explicou a CGT. Além disso, eles também convocaram uma mobilização no dia 1º de maio, dia em que é celebrado o Dia do Trabalho.

Essa é a segunda greve geral na Argentina desde a posse de Javier Milei, em dezembro de 2023. Os sindicatos argentinos são contrários aos cortes dos gastos públicos proposto pelo atual governo, além da intenção de Milei em realizar uma reforma trabalhista.

Desde que assumiu a Argentina, Milei tem argumentado que o ajuste é necessário para organizar as finanças públicas do país que sofre com déficit fiscais, além de dívidas de 44 bilhões de dólares com o Fundo Monetário Internacional.

*Com informações da Agência Brasil

Leia mais: Na Argentina, greve geral contra governo de Milei atinge desde transporte até hospitais

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -