28.3 C
Manaus
domingo, julho 14, 2024

‘Não vamos deixar nossa população desamparada’, afirmou David Almeida ao definir ações de enfrentamento à cheia

CMM aprova aumento no valor do auxílio-aluguel que ampara vítimas da enchente. O benefício deve passar de R$ 300 para R$ 500 e há a expectativa que atenda mais de 3 mil famílias. A lei segue para sanção do prefeito

Por

Para minimizar os danos causados pela cheia do rio Negro, o prefeito de Manaus, David Almeida (Avante) definiu com o secretariado municipal ações de alinhamento para acelerar as ações de enfrentamento à cheia. Nesta segunda-feira, 17/5, Manaus registrou a terceira maior cota da história do rio Negro ao atingir a marca de 29,72m.

“Estamos enfrentando uma cheia sem precedentes, muito provavelmente, será a maior da história, ultrapassando os 30 metros. Por isso, devemos trabalhar com celeridade para evitar maiores danos. Não vamos deixar nossa população desamparada. Vamos trabalhar de forma integrada com todas as secretarias e demais órgãos municipais, para levar conforto às famílias que tanto tem sofrido com esse problema”, enfatizou Almeida.

Confira a imagem:

A primeira ação acontecerá nesta terça-feira, 18/5, quando a prefeitura distribuirá cestas básicas, kits de higiene e dormitório em áreas já atingidas pela cheia.

Assistência – O vice-prefeito e presidente do Comitê Gestor de Pronta-Resposta, responsável pela operação “Cheia 2021”, Marcos Rotta explicou que as equipes da prefeitura estão trabalhando em mais de 15 bairros de Manaus visando garantir assistência à população atingida pelo rápido avanço do rio Negro.

“Vamos iniciar a confecção de barricadas no Centro de Manaus, mas não podemos esquecer que nós estamos trabalhando paralelamente em 15 bairros que estão sendo observados. Além da construção de pontes, amanhã (18) o prefeito vai ao Educandos levar ranchos para as famílias. Além disso, estamos buscando o auxílio-enchente. É a prefeitura unida sob o comando do prefeito David, para que possamos estar ao lado das pessoas vítimas da cheia”, afirmou Rotta.

Câmara Municipal – A Câmara Municipal de Manaus (CMM) aprovou por unanimidade, nesta segunda, o aumento no valor do auxílio-enchente concedido pela Prefeitura de Manaus de R$ 300 para R$ 500. O recurso tem por finalidade amparar famílias afetadas pela cheia do rio Negro. O valor irá beneficiar a mais de três mil famílias manauaras. A lei segue para aprovação do prefeito David Almeida.

O nível do rio segue aumentando em ritmo acelerado. O aclive da água se aproxima da cheia histórica de 2012, na época o rio chegou a 29,97 metros. Segundo a previsão do Serviço Geológico do Brasil (CPRM), o nível da água neste ano chega a 30,35 metros.

De acordo com o mapeamento feito pela Casa Militar, por meio da Defesa Cívil, cadastradas pela Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), mais de 4 mil famílias serão atingidas pela cheia deste ano. Conforme dados da Defesa Civil, 408.827 pessoas estão sendo afetadas no Amazonas. Cinquenta e dois dos 62 municípios do Estado estão alagados e 20 já decretaram situação de emergência.

— —
Por Juliana Freire com assessorias

Fotos: Divulgação

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -