32.3 C
Manaus
sábado, junho 22, 2024

Evento de David Almeida é alvo de denúncia por suposto crime eleitoral: “Evento 100% político”

De acordo com o vereador Rodrigo Guedes, o prefeito de Manaus reuniu servidores da Semulsp, com a estrutura da prefeitura, em um evento de cunho eleitoral

Por

Nesta segunda-feira (27), na sessão plenária da Câmara Municipal de Manaus (CMM), o vereador Rodrigo Guedes (PP) fez uma denúncia na tribuna da Casa, afirmando que o prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), usou recursos do município para realizar um suposto evento de cunho eleitoral. O vereador ainda afirmou que tem provas sobre o suposto crime eleitoral cometido pelo prefeito de Manaus e que irá acionar as autoridades.

De acordo com Guedes, o evento ocorreu no último dia 23 e reuniu servidores da Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp). Conforme as falas do vereador, foram usados ônibus da pasta para transportar os servidores e, no evento, supostas falas de cunho eleitoral foram proferidas pelo prefeito David Almeida.

“Mais uma vez, a Prefeitura de Manaus usou toda sua estrutura para obrigar os garis de Manaus a irem nessa escola participar desse evento que foi 100% político. Não foi institucional, não foi evento alusivo a nenhuma data, um evento clandestino, vamos dizer assim”, comentou o parlamentar.

Além disso, o vereador afirmou que os servidores foram obrigados a comparecer ao evento e que, caso contrário, seriam demitidos. “Infelizmente, o prefeito de Manaus realizou com os milhares de garis da cidade de Manaus um evento no qual eles foram obrigados a participar. Tenho inúmeras provas e estarei encaminhando e formalizando hoje […]. Estrutura do evento com telões, caminhões, pelos fornecedores da Prefeitura de Manaus, mais uma vez a prefeitura usando estrutura pública para fazer evento político. Não sabem a diferença entre público e privado, crime eleitoral!”, disse.

Essa não seria a primeira vez que o prefeito David Almeida realiza um evento com os servidores da Semulsp. De acordo com o Ministério Público Eleitoral (MPE), em 2022, o atual prefeito de Manaus fez um evento com garis, onde houve sorteio de prêmios, além da apresentação de artistas.

Na época, o MPE pediu a condenação do prefeito David Almeida e do secretário municipal de Limpeza Pública (Semulsp), Sabá Reis, por abuso de poder econômico pela participação em um showmício realizado dias antes das eleições gerais. O processo ainda não foi julgado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM).

O vereador Rodrigo Guedes afirmou que irá apresentar a representação nesta segunda-feira no Ministério Público, Defensoria Pública, Tribunal de Contas e Tribunal Regional Eleitoral.

Outro lado

O Convergente entrou em contato com a Semulsp para questionar a presença dos servidores da pasta no evento, bem como entrou em contato com a Secretaria Municipal de Comunicação, uma vez que David Almeida estava na condição de prefeito. Até a publicação desta matéria, não houve retorno.

Leia mais: David Almeida poderá ser alvo de investigação do MP por suposta campanha eleitoral antecipada e promoção pessoal

___
Por Camila Duarte

Ilustração: Marcus Reis

📲 Receba no seu WhatsApp notícias sobre a política no Amazonas.

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -