27.3 C
Manaus
sexta-feira, maio 24, 2024

Sessão do Pleno do TCE-AM analisa 98 processos nesta terça-feira (14)

A sessão terá início a partir das 10h, e contará com transmissão ao vivo pelas redes sociais da Corte de Contas amazonense, entre elas YouTube, Facebook e Instagram.

Por

Os conselheiros do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM) devem apreciar um total de 98 processos durante a sessão ordinária do Tribunal Pleno desta terça-feira (14), a partir das 10h.

A pauta de adiados, que envolve processos que retornam a julgamento após pedidos de vista por parte dos membros do Pleno, terá 23 processos em pauta, sendo 10 prestações de contas anuais; cinco representações; quatro recursos, três embargos de declaração e uma tomada de contas.

Já a pauta do dia, com 75 processos no total, terá 25 prestações de contas anuais; 22 representações; 16 recursos; cinco fiscalizações de atos de gestão; três auditorias; uma admissão de pessoal; um embargo de declaração; uma cobrança executiva de débitos e uma denúncia.

A sessão terá início a partir das 10h, e contará com transmissão ao vivo pelas redes sociais da Corte de Contas amazonense, entre elas YouTube, Facebook e Instagram.

*Com informações da Assessoria

Foto: Divulgação/TCE-AM

Veja também:

Depois de barrar a contratação do show da cantora ‘Manu Batidão’ no dia 25 de abril, agora o Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM) está cobrando o prefeito de Eirunepé, Raylan Barroso de Alencar (União Brasil). O TCE entrou com Representação com Pedido de Medida Cautelar a pedido do Ministério Público junto ao Tribunal de Contas, onde foram encontradas possíveis irregularidades na contratação da empresa M. A. Produção de Eventos Ltda para um show na cidade.

O pedido foi publicado na sexta-feira (10), no Diário Oficial Eletrônico da Corte, e diz respeito à contratação da cantora Manu Batidão, atração musical dos festejos de São Francisco de Assis, padroeiro do município, e da comemoração do aniversário de 130 anos do município de Eirunepé. De acordo com o processo, o cachê da artista deve custar o valor global de R$ 500 mil (quinhentos mil reais) aos cofres públicos.

Leia mais: Medida Cautelar: TCE-AM cobra prefeito de Eirunepé sobre contratação de show de Manu Bahtidão

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -