27.3 C
Manaus
sexta-feira, maio 24, 2024

Alberto Neto fecha perfil do Instagram após tentativa de invasão de hacker

Por conta da tentativa de invasão em sua rede social, o deputado federal fechou a conta pública e deixou o perfil no modo privado

Por

O pré-candidato Alberto Neto (PL) alegou que sofreu uma tentativa de ataque criminoso de hackers em seu perfil no Instagram na noite desta quarta-feira (1). Por conta da tentativa de invasão em sua rede social, o deputado federal fechou a conta pública e deixou o perfil no modo privado.

De acordo com o parlamentar, o militar da PM-AM que está ativo diariamente em suas redes sociais, tem divulgado os trabalhos na Câmara Federal. E devido à sua pré-campanha à prefeitura de Manaus e à presença do ex-presidente Bolsonaro em apoio à sua pré-candidatura, cerca de 50 mil seguidores falsos passaram a segui-lo, o que, segundo Neto, criminosos cibernéticos se aproveitam para praticar esse tipo de crime contra políticos.

Alberto Neto, Instagram, Tentativa de Invasão, Hacker,

Antes de fechar a conta para perfil privado, o deputado publicou um vídeo informando o ocorrido à empresa Meta, responsável pela rede social, e solicitou uma investigação da plataforma.

Em nota, o deputado informou que a “tentativa de acesso suspeita configura uma forma de ataque de hacker, possivelmente na intenção de bloquear a conta. A equipe jurídica foi acionada, feito Boletim de Ocorrência (B.O), e a área de suporte técnico está tomando as medidas cabíveis junto à empresa Meta para manter as redes sociais no ar e não comprometer as divulgações junto aos nossos seguidores.”

Outro caso

No dia 3 de abril, após anunciar a saída do PL e integrar ao Partido Progressistas (PP), o agora pré-candidato a vereador da Câmara Municipal de Manaus, Coronel Menezes, alegou ter sofrido diversas tentativas de invasão em seu perfil oficial no Instagram.

Segundo o ex-militar, vários perfis falsos realizaram diversas tentativas para tomar sua conta na rede social, que possui mais de 40 mil seguidores. Coronel Menezes passou pela mesma situação.

Por meio de nota, a assessoria do Coronel Menezes informou que sua rede social sofreu cinco tentativas de invasão. Por conta do problema, na época, o perfil foi colocado no modo privado. O militar da reserva também registrou um Boletim de Ocorrência (B.O).

Ilustração: Marcus Reis

Leia mais: STF condena mais dez denunciados pelo MPF pelos atos antidemocráticos de 8 de janeiro

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -