27.3 C
Manaus
quinta-feira, maio 30, 2024

Banner na Ponte Rio Negro: Ação da Direita Amazonas gera debate sobre propaganda e presença política em Manaus

Em nota, a Secom informou que "a Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Metropolitano (Sedurb) informa que não recebeu solicitação de autorização para a fixação de banner na Ponte Jornalista Phelippe Daou, foi uma ação independente. O material já foi retirado do local"

Por

Após a divulgação nas redes sociais da instalação de um banner estendido pelo movimento Direita Amazonas na Ponte jornalista Felippe Daou, como noticiado pelo O Convergente nesta segunda-feira (29), com a imagem do ex-presidente Bolsonaro com o deputado federal e pré-candidato a prefeito de Manaus, Capitão Alberto Neto (PL), o material foi retirado do cartão postal de Manaus.

O Convergente entrou em contato com a Secretaria de Comunicação do Governo do Estado (Secom), onde foi questionado se a segurança responsável pela Ponte Rio Negro percebeu a movimentação no local. Na solicitação da semana, perguntamos sobre quais medidas foram tomadas, se os responsáveis que instalaram o material em espaço público sem o consentimento do governo serão multados pela propaganda irregular no local.

Em nota, a Secom informou que “a Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Metropolitano (Sedurb) informa que não recebeu solicitação de autorização para a fixação de banner na Ponte Jornalista Phelippe Daou, foi uma ação independente. O material já foi retirado do local.”

O intuito, conforme postado pelo movimento Direita Amazonas, era divulgar a presença do ex-mandatário que estará em Manaus no dia 3 de maio, no lançamento oficial da pré-candidatura de Alberto Neto, na Arena Amadeu Teixeira.

“Um dos maiores cartões-postais da cidade PAROU para ANUNCIAR que sim, dia 03 de maio, o maior líder da direita estará na verdadeira capital do Brasil, Manaus”, legendou o perfil do movimento nas redes sociais.

A redação entrou em contato com a Direita Amazonas. A assessoria informou que o banner, medindo 10 metros de altura por 5 de largura, foi confeccionado com recursos próprios e instalado no cartão postal no último domingo (28) para divulgação do evento em Manaus e foi retirado pelo movimento após 10 minutos.

Procurado pela redação, o deputado federal Capitão Alberto Neto (PL) manifestou-se através da assessoria, dizendo: “Com relação ao questionamento sobre o banner colocado e retirado na Ponte Rio Negro, informa-se que o ato partiu do movimento Direita Amazonas, não tendo o PL e o Dep. Alberto Neto gerência alguma sobre qualquer movimento popular”, concluiu o pré-candidato a prefeito de Manaus.

Foto: Reprodução/Vídeo/Instagram/@direitaamazonasoficial

Leia mais: Simão Peixoto tem 30 dias para comparecer ao TCE-AM, após notificação de indícios de irregularidade

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -