25.3 C
Manaus
segunda-feira, maio 27, 2024

MPAM recomenda à Prefeitura de Tapauá restabelecer funcionamento do Conselho de Alimentação Escolar

A Promotoria de Justiça do município instaurou um procedimento administrativo para acompanhar o fornecimento de alimentação escolar

Por

O Ministério Público do Estado do Amazonas (MPAM), por meio da 1ª Promotoria de Justiça de Tapauá, emitiu uma recomendação contra o prefeito do município Gamaliel Andrade de Almeida (PSC), para que forneça instalações físicas, recursos humanos e financeiros que possibilitem o pleno funcionamento do Conselho de Alimentação Escolar (CAE), facilitando o acesso dos alunos a hábitos alimentares saudáveis conforme determina o artigo 17 da lei n. 11.947. A promotoria deu um prazo de 30 dias ao Executivo municipal para que se manifestasse a respeito da recomendação e dos encaminhamentos tomados.

Segundo o promotor de Justiça Bruno Batista da Silva, após análise dos documentos apresentados pelo Conselho de Alimentação Escolar do município de Tapauá, foi verificado a ausência de estrutura física e humana para o funcionamento do órgão, além da falta de um planejamento anual de acompanhamento baseado no Plano Nacional de Alimentação Escolar.

“Objetivo da atuação do MPAM nesta recomendação, é fortalecer o Conselho de Alimentação Escolar, para que ele desempenhe suas atribuições, assegurando que os recursos públicos destinados à aquisição de merenda escolar sejam bem empregados em benefício da comunidade escolar”, afirmou o promotor titular Bruno Batista.

Ainda nos autos da recomendação, o CAE deverá elaborar um Plano de Ação Anual e definir um cronograma de reuniões e vistorias regulares às unidades escolas, locais de manipulação e armazenamento de alimentos.

Ilustração: Marcus Reis

*Fonte: Assessoria MP-AM

Veja também

Durante a sessão plenária da Câmara Municipal de Manaus (CMM), desta terça-feira (23), o vereador Sassá (PT) afirmou que os parlamentares que votaram contra o empréstimo de R$ 580 milhões à Prefeitura de Manaus não poderão pedir esclarecimentos e cobrar a atual gestão.

Leia mais: “Aqueles que votaram contra não podem cobrar!”, diz vereador sobre posição contrária de parlamentares na votação do empréstimo milionário

📲 Receba no seu WhatsApp notícias sobre a política no Amazonas.

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -