26.3 C
Manaus
domingo, abril 21, 2024

Recurso que barrava filiação de Marta Suplicy é rejeitado pela cúpula do PT

O recurso justificativa que Marta Suplicy havia feito “pesadas acusações” contra o PT, alegando corrupções envolvendo a sigla

Por

A cúpula do Partido dos Trabalhadores (PT) rejeitou, na última terça-feira (26), o recurso que barrava a filiação da ex-prefeita de São Paulo Marta Suplicy na sigla. O recurso foi rejeitado por 39 votos a 13. Após polêmicas envolvendo ela e o PT, Marta Suplicy retornou ao partido para se tornar vice na chapa de Guilherme Boulos (PSOL) à Prefeitura de São Paulo.

O recurso foi apresentado por Valter Pomar, dirigente da tendência Articulação de Esquerda, com a justificativa de que a ex-prefeita havia feito “pesadas acusações” contra o PT, alegando corrupções envolvendo a sigla.

O dirigente ainda lembrou que Marta Suplicy foi ministra durante o governo de Dilma Rousseff e em 2016, e também votou a favor do impeachment da então presidente. “Para contribuir com a candidatura Boulos, inclusive como candidata a vice-prefeita, Marta não precisaria necessariamente estar filiada ao PT”, diz um trecho do recurso.

No parecer da secretária de Organização do PT, Sonia Braga, ela destacou a “relevância política” da ex-prefeita de São Paulo e o legado de sua gestão sob o comando da cidade paulista. Além disso, ela também apontou a “necessidade de formar uma frente ampla para enfrentar o bolsonarismo nas eleições de 2024”.

Vale ressaltar que o retorno teve a bênção do presidente Lula, e Marta já cumpre agenda de campanha ao lado de Boulos desde fevereiro. Essa vai ser primeira vez que o PT não lança candidato próprio à Prefeitura de São Paulo.

*Com informações do Estadão

Leia mais: PT deve definir pré-candidato nas eleições para prefeitura no sábado (30)

📲 Receba no seu WhatsApp notícias sobre a política no Amazonas.

Fique ligado em nossas redes

spot_img

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -