27.3 C
Manaus
domingo, fevereiro 25, 2024

‘Estratégia política?’ Marina Silva, crítica da BR-319, anuncia volta ao Amazonas

Marina Silva foi alvo de críticas por parte do senador Omar Aziz (PSD) e do governador do Estado, Wilson Lima (União Brasil), acerca da reprovação da ministra em relação à obra de pavimentação da BR-319

Por

Após quase três meses, a ministra do Meio Ambiente, Marina Silva (Rede-SP), está agendando seu retorno ao Amazonas, provocando uma mistura de expectativas e desconfianças entre os residentes locais, especialmente após suas declarações polêmicas acerca do asfaltamento de partes da BR-319 (Manaus-Porto Velho), marcado por críticas de figuras políticas locais. A presença da ministra promete ser um momento decisivo para o debate sobre as questões ambientais e indígenas na região.

A ministra tem planos de se deslocar até São Gabriel da Cachoeira (AM), marcando presença no Encontro Indígena na Política nos dias 27 e 28. Além disso, há a possibilidade de ela assistir ao lançamento da candidatura a prefeito de Marivelton Baré pelo Rede Sustentabilidade.

A cidade de São Gabriel da Cachoeira, considerada a segunda cidade com a maior população indígena do Brasil, será palco do lançamento da Cartilha de Política em cinco línguas originárias, acompanhado pela formalização do Elo Indígena da Rede.

No decorrer do evento, Marivelton Baré será apresentado pelo Rede Sustentabilidade do Amazonas como pré-candidato ao cargo de prefeito nas eleições deste ano. Também será divulgada a Cartilha de Competências do Executivo e Legislativo Municipal em cinco línguas indígenas: Tikuna, Nheengatu, Kayapó, Wapichana e Guarani, com o intuito de fomentar uma educação política acessível.

Com a participação de Marina Silva, o evento terá também a presença de Joenia Wapichana, presidente da Fundação Nacional dos Povos Indígenas (Funai), e representantes de diversas comunidades indígenas, como Marievelton Barroso, Vanda Witoto, Elias Marubo, Milena Kukama, André Baniwa, Ariene Susi, Mel Mura e Edson Kambebba.

Líder indígena da etnia Baré e presidente da Federação das Organizações Indígenas do Rio Negro (FOIRN), Marivelton Rodrigues Barroso, é o pré-candidato respaldado pelo Rede Sustentabilidade.

As afirmações polêmicas da ministra Marina Silva acerca da obra de pavimenação da BR-319 foram alvo de reprovação por parte do senador Omar Aziz (PSD) e do governador do Estado, Wilson Lima (União Brasil). Ambos classificaram as declarações como retrocessos e defenderam a conclusão das obras na rodovia, as quais foram impedidas por pareceres do Ibama, órgão subordinado ao Ministério do Meio Ambiente.

Leia mais: Sem licença ambiental, pavimentação da BR-319 é discutida durante encontro em Porto Velho

📲 Receba no seu WhatsApp notícias sobre a política no Amazonas.

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -