29.3 C
Manaus
sábado, fevereiro 24, 2024

Polícia Civil apreende 200 kg de drogas na fazenda do governador Denarium

Durante uma operação, a PC prendeu um suspeito que não teve o nome e a idade divulgados e que supostamente estava na fazenda do governador

Por

Dois dias depois de ter o mandato cassado pelo TRE-RR, mais uma polêmica envolvendo o nome do governador de Roraima Antônio Denarium (PP) voltou a ser notícia no estado. Nesta terça-feira (24), a Polícia Civil de Roraima (PC-RR) apreendeu 200 quilos de maconha em uma de suas fazendas.

A informação foi divulgada pela Rádio 93 FM. Segundo a apuração, durante uma operação, a PC prendeu um suspeito que não teve o nome e a idade divulgados e que supostamente estava na fazenda do governador.

O Portal O Convergente entrou em contato com a Secretaria de Comunicação do governo e a Polícia Civil por e-mail, e até o momento não obtivemos retorno. Salientamos que o espaço está aberto para que o Governador do Estado e a Polícia se manifestem sobre o caso.

Outra notícia:

Após seis horas de julgamento, a corte do Tribunal Regional Eleitoral de Roraima (TRE-RR) cassou, nesta segunda-feira (22), o mandato do governador Antônio Denarium (PP) e do vice Edilson Damião (Republicanos). Por 5 votos a 2, a decisão dos magistrados ocorreu em virtude de abuso de poder econômico. Assim, a corte eleitoral determinou a realização de novas eleições.

A Ação de Investigação Judicial Eleitoral foi instaurada pelo Movimento Democrático Brasileiro (MDB), encabeçado pelo senador Romero Jucá e pela ex-prefeita Teresa Surita, que enfrentou uma derrota nas eleições de 2022.

O MDB fundamentou a denúncia com uma série de irregularidades no repasse de R$ 70 milhões para municípios que apoiavam o governador Antonio Denarium na reeleição. Esse montante foi autorizado pela Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR).

A desembargadora Tânia Vasconcelos, relatora da Ação de Investigação Judicial Eleitoral, propôs a cassação do mandato do governador, além de pleitear sua inelegibilidade por oito anos. Seu parecer foi respaldado pelos votos dos juízes Joana Sarmento, Felipe Bouzada, Renato Albuquerque e Elaine Bianchi, enquanto os juízes Francisco Guimarães e Ataliba Albuquerque se manifestaram de maneira divergente.

Leia mais: URGENTE: Governador de Roraima tem mandato cassado e TRE-RR determina eleições

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -