26.3 C
Manaus
quinta-feira, fevereiro 29, 2024

Em sessão de retorno, TCE-AM nomeia novo secretariado e firma prazo para gestores prestarem contas

A Corte retornou às atividades no Tribunal de Contas, nesta terça-feira (23)

Por

A presidente do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM), conselheira Yara Amazônia Lins, anunciou, na manhã desta terça-feira (23), o início do prazo para que os gestores públicos de órgãos jurisdicionados no estado prestem contas sobre seus gastos referentes ao ano de 2023. O período para envio das prestações de contas terá início em 29 de janeiro e se estenderá até o dia 1º de abril deste ano.

São cerca de 380 órgãos jurisdicionados, incluindo autarquias, secretarias municipais, prefeituras, câmaras municipais e outros. Dentre eles, são mais de 130 do Governo do Estado, 50 pertencem à Prefeitura de Manaus, e cerca de 200 estão localizados em municípios no interior do estado.

O número de órgãos pode variar conforme mudanças nas estruturas de cada gestão, que serão apuradas pela Secretaria de Controle Externo do TCE-AM.

O procedimento de envio das informações será realizado exclusivamente por meio do Domicílio Eletrônico de Contas, disponível no endereço eletrônico dec.tce.am.gov.br. A plataforma, lançada no ano passado, proporciona maior agilidade no processo de prestação de contas, assegurando segurança e praticidade das informações fornecidas pelos gestores.

Acompanhamento em tempo real

Para facilitar o acompanhamento e a fiscalização por parte da população, o TCE-AM vai disponibilizar um site a partir da próxima segunda-feira (29). O endereço eletrônico vai permitir que os cidadãos tenham acesso, em tempo real, a listagem de órgãos e os status de cada envio, promovendo a transparência e o controle social.

Os gestores que não cumprirem o prazo estabelecido pelo TCE-AM estão sujeitos a sanções, como multas por atraso no encaminhamento da prestação. Além disso, a inadimplência pode acarretar em consequências legais, com os gestores respondendo judicialmente pelo descumprimento das normas estabelecidas.

O envio dos documentos não garante a legalidade dos atos realizados pelos gestores. As prestações de contas enviadas serão apreciadas pelo Tribunal Pleno, após análise de cada relator.

Novo secretariado

Com o objetivo de melhorar ainda mais as atividades do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM), a presidente da Corte de Contas, conselheira Yara Amazônia Lins, nomeou um novo secretariado para o biênio 2024-2025. As mudanças do secretariado do TCE foram realizadas nesses 50 dias de gestão da conselheira-presidente Yara Amazônia Lins visando agregar na execução das ações internas e externas ao Tribunal.

Serão cinco secretarias na nova gestão, sendo eles a Secretaria Geral de Controle Externo (Secex), a Secretaria Geral de Administração (Seger), a Secretaria do Tribunal Pleno (Sepleno), a Secretaria de Tecnologia da Informação (Setin) e a Secretaria de Inteligência.

Conheça os novos secretários:

Escolhido para compor a gestão deste biênio, Stanley Scherrer, é o novo secretário-geral de Controle Externo. A unidade superior de controle externo do TCE-AM é uma das mais importantes da Corte. Ela é responsável pelo acompanhamento e avaliação de relatórios e dados estatísticos periódicos sobre o desempenho de atividades internas de órgãos da administração municipal e estadual.

Para dar apoio à Direção Geral, ao Corpo Deliberativo e ao Ministério Público de Contas do Amazonas (MPC-AM), foi anunciado como secretário-geral de Administração, Antônio Carlos da Rosa Junior. O novo secretário irá organizar, coordenar e planejar as atividades relacionadas às funções de administração geral, de pessoal, contábil, financeira, orçamentária, patrimonial e de serviços gerais da Corte.

Bianca Figliuolo é a nova secretária do Tribunal Pleno. A Sepleno tem como principal função apoiar o Plenário nas sessões de julgamento, administrativas, solenes e especiais, bem como executar as atividades de apoio técnico essenciais ao funcionamento dos gabinetes de conselheiros e auditores. Dentre as suas principais atribuições estão o preparo e distribuição das pautas, a elaboração dos extratos das decisões dos processos julgados e dos despachos dos conselheiros-relatores para comunicação e publicação e controle de prazos para o fiel cumprimento das decisões.

A recém-criada Secretaria de Inteligência terá o delegado aposentado da Polícia Federal (PF), Sérgio Fontes, no cargo de secretário de Inteligência do Tribunal. A Secretaria tem por objetivo a coleta de dados e informações necessárias para aumentar a fiscalização de irregularidades entre os órgãos jurisdicionados.

Allan Bezerra assume o cargo de secretário de Tecnologia da Informação, e fica responsável por formular diretrizes, normas e procedimentos para a utilização dos recursos relacionados à área de tecnologia. Além disso, a Setin tem a responsabilidade de gerenciar o portfólio de serviços e produtos de tecnologia da informação da Corte de Contas e garantir a aplicação de políticas de segurança.

*Com informações da assessoria

Leia mais: TCE-AM alega possível violação ao princípio da transparência em portal da Prefeitura de Maraã

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -