27.3 C
Manaus
domingo, fevereiro 25, 2024

Ex-presidente do PT sugere boicote a “empresas de judeus”; Conib se manifesta

Os comentários ocorreram após ele criticar o abaixo-assinado feito por empresários contra apoio do Brasil à investigação de Israel por genocídio

Por

Durante uma live nas redes sociais, no último sábado (20), o ex-presidente nacional do PT José Genoíno criticou o abaixo-assinado feito por empresários contra apoio do Brasil à investigação de Israel por genocídio. Com o isso, Genoíno sugeriu um boicote a empresas comandadas por judeus.

“Essa ideia da rejeição, essa ideia do boicote por motivos políticos, que fere o interesse econômico, é uma forma interessante. Inclusive ter esse boicote a determinadas empresas de judeus”, disse Genoíno.

Ele ainda afirmou que o país deveria deixar de fazer negócios com o governo israelense. “Há por exemplo boicote a empresas vinculadas ao estado de Israel. Inclusive eu acho que o Brasil deveria cortar as relações comerciais na área da segurança e na área militar com o estado de Israel”, comentou.

Com as declarações, a Confederação Israelita do Brasil (Conib) emitiu uma nota repudiando as falas do ex-presidente nacional do PT. A entidade classificou a fala como antissemita e destacou que o antissemitismo é crime no Brasil.

“O boicote a judeus foi uma das primeiras medidas adotadas pelo regime nazista contra a comunidade judaica alemã, que culminou no Holocausto”, diz um trecho da nota.

A Conib ainda fez um apelo ainda às lideranças políticas brasileiras pedindo moderação e equilíbrio em relação ao conflito no Oriente Médio. E destacou que “falas extremadas e em desacordo com a tradição da política externa brasileira” podem importar as tensões daquela região ao nosso país.

*Com informações da CNN

Leia mais: Israel diz que Hamas violou cessar-fogo e bombardeios retornam

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -