27.3 C
Manaus
domingo, fevereiro 25, 2024

Israel diz que Hamas violou cessar-fogo e bombardeios retornam

Um porta-voz do Ministério da Saúde palestino disse que 14 pessoas morreram e várias ficaram feridas, durante os ataques israelenses desta madrugada

Por

Israel retomou os bombardeios na Faixa de Gaza, na madrugada desta sexta-feira (1º/12), após uma trégua de uma semana. De acordo com as Forças de Defesa do país, o grupo extremista Hamas violou o cessar-fogo ao disparar foguetes contra Israel e ao não fornecer a lista de reféns que seriam liberados.

O Hamas “não respeitou a sua obrigação de libertar hoje todas as mulheres raptadas e lançou foguetes contra os cidadãos de Israel”, disse o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, em comunicado.

Um porta-voz do Ministério da Saúde palestino disse que 14 pessoas morreram e várias ficaram feridas durante os ataques israelenses desta madrugada.

Durante a semana de trégua, 105 reféns foram libertados pelo Hamas, sendo 81 israelenses, 23 tailandeses e um filipino. Em troca, Israel libertou 210 mulheres e crianças prisioneiros palestinos.

Além disso, durante o período, a Faixa de Gaza pode receber ajuda humanitária. De acordo com Times of Israel, as estimativas são de que 137 reféns ainda estejam em Gaza, incluindo um brasileiro.

Nesta quinta, o presidente Lula se reuniu com o emir do Catar, Tamim bin Hamad al-Thani, e disse que o refém brasileiro poderia ser liberado “por esses dias”. O Catar ajudou na negociação para o acordo entre Israel e o Hamas.

Leia mais: Trégua entre Hamas e Israel é prorrogada por mais um dia

__

Por July Barbosa com informações BBC

Revisão textual: Vanessa Santos

Foto: Divulgação

📲 Receba no seu WhatsApp notícias sobre a política no Amazonas.

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -