34.3 C
Manaus
sexta-feira, fevereiro 23, 2024

Rafael Barbosa conquista preferência na eleição para defensor-geral do Amazonas

Para O Convergente, o defensor Rafael Barbosa afirmou que apresentou um projeto concreto com possibilidades de implantação imediata

Por

O defensor público Rafael Barbosa teve maioria dos votos na eleição para o cargo de defensor público-geral do Amazonas. Ele obteve 58% da preferência entre defensoras e defensores que votaram no pleito. Agora, os nomes que compõem a lista tríplice serão levados para o governador Wilson Lima, que fará a escolha para o comando da Defensoria Pública do Estado.

A eleição ocorreu, nessa sexta-feira (1), em todo o Amazonas, de forma presencial e on-line. Entre os candidatos, o defensor Rafael Barbosa recebeu 84 votos. Em segundo lugar, ficou a defensora Caroline Souza, com 59 votos, seguida de Messi Castro, com 46 votos.

A composição do eleitorado é feita pelos próprios defensores públicos de carreira. Ao todo, 144 defensores e defensoras estavam aptos a votar, em uma eleição que teve a participação de todos os defensores e sem abstenções.

Ao O Convergente, o defensor Rafael Barbosa afirmou que a votação expressiva dessa sexta-feira deixou os defensores muito empolgados, uma vez que é perceptível o reconhecimento do trabalho feito pela Defensoria Pública na atual gestão do defensor-geral Ricardo Paiva, o que os motiva a apostar no futuro.

“A votação deixou a gente muito empolgado, porque percebemos que existe, dentro da classe, na capital e no interior, o reconhecimento de um trabalho que foi feito numa gestão anterior que mudou a cara da Defensoria. Mas, principalmente, uma aposta do futuro”, disse.

Em relação à preferência dos votos dos defensores, ele comentou com exclusividade ao O Convergente que apresentou um projeto concreto com possibilidades de implantação imediata, o qual foi bem recebido pelos 84 defensores aptos a votar, de um total de 144.

“Nós apresentamos um projeto concreto com possibilidade de implantação imediata, que preza pelo diálogo com as outras instituições. Os colegas compraram essa ideia, e a prova é essa votação maciça de 84 colegas aderindo ao nosso projeto”, pontuou.

A lista tríplice será entregue ao governador do estado, Wilson Lima, a quem cabe a indicação do novo defensor-geral para o biênio 2024-2026. O prazo para a escolha é de 15 dias. Ao O Convergente, Rafael Barbosa comentou que existe uma expectativa para a escolha do governador.

“Estamos ansiosos para que o governador faça a escolha e que possamos, no dia 1º de março de 2024, já chegar na administração com muita coisa nova e muita coisa concreta para ser implementada imediatamente”, frisou.

Conselho Superior

Além da votação para a Defensoria-geral, os defensores e defensoras também puderam escolher a nova composição do Conselho Superior da DPE-AM. Os eleitos foram: Manuela Cantanhede Veiga Antunes; Eduardo César Rabello Ituassú; Thiago Nobre Rosas; Larisse Silva Oliveira; Gabriel Herzog Kehde; Inácio de Araújo Navarro; Murilo Rodrigues; Breda Renata Visco de Almeida.

Leia mais: Defensoria Pública do AM lança canal para receber denúncias de clientes contra 123 Milhas

___

Da Redação

Revisão textual: Vanessa Santos

Ilustração: Marcus Reis

📲 Receba no seu WhatsApp notícias sobre a política no Amazonas.

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -