34.3 C
Manaus
sexta-feira, fevereiro 23, 2024

Em Dubai, mais de 50 lideranças indígenas participam da COP28

Entre as nações representadas, estão Baniwa, Baré, Guajajara, Kamaiurá, Kayapó Mebêngôkre,Munduruku, Sateré-Mawe, entre outros

Por

Mais de 50 lideranças indígenas da Amazônia brasileira estão na capital dos Emirados Árabes Unidos (EAU), desde 24 de novembro, para participar da  28ª Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre a Mudança do Clima (UNFCCC), a COP28. Em 2023, a conferência acontecerá entre os dias 30 de novembro a 12 de dezembro, com a participação de líderes mundiais, organizações da sociedade civil e autoridades indígenas do clima.

A delegação indígena da Amazônia já conta com representantes de 40 povos, que participarão dos espaços para propor ações efetivas para os líderes mundiais. Entre as nações representados estão: Amanayé, Apurinã, Arapiun, Bakairi, Baniwa, Baré, Canoé, Gavião, Guajajara, Huni Kuin, Juma, Kaiabi, Kamaiurá, Karajá Xambioá, Karipuna, Kayapó Mebêngôkre, Kisedje, Krikati, Makuxi, Manchineri, Manoki, Marubo, Munduruku, Parakanã, Rikbaktsa, Sateré-Mawe, Suruí, Taurepang, Terena, Tiriyó, Tukano, Tupari, Wapichana, Wayoro, Witoto, Xerente, Yawalapiti, Yudja.

Os participantes da Conferência já integraram discussões na Plataforma de Comunidades Locais e Povos Indígenas (LCIPP) e da Reunião Preparatória do Fórum Internacional dos Povos Indígenas sobre Mudanças Climáticas (IIPFCC) – Caucus Indígena, eventos preparatórios para os debates durante a COP28.

COP30

A Amazônia brasileira receberá a COP30 que acontecerá em Belém (PA), em 2025. Indígenas e representantes de comunidades tradicionais se organizam para uma incidência extensa durante a Conferência no Brasil. No início de novembro, por exemplo, organizações da sociedade civil se reuniram em Brasília para desenhar a atuação em 2025.

Em agosto de 2023, a capital do Pará recebeu os Diálogos Amazônicos, uma série de atividades e discussões preparatórias para a COP,  organizadas pelo Governo Federal e por entidades da sociedade civil. Mesmo após a participação de povos indígenas e comunidades tradicionais, o Brasil não sinalizou avanço nas políticas necessárias para combater o efeito da crise climática que afeta a região.

O coordenador-geral da Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira (Coiab), Toya Manchineri, aponta o diálogo entre populações indígenas e governantes como saída para a crise climática. “O Estado não está ouvindo as populações indígenas para em conjunto tratar sobre as condições e condicionantes para a implementação de projetos que ferem diretamente as nossas vidas. Somos os que menos influenciam para a crise climática, mas somos os que mais sofrem as consequências delas. A Amazônia está em estado de alerta com as secas, queimadas, invasão nos territórios e com o garimpo que polui nossas águas. Sem água, não há vida. As nações responsáveis estão nos matando por sua falta de compromisso com as metas estabelecidas”, afirma.

Programação

A programação da  Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira (Coiab) tem como tema Amazônia Indígena pela Justiça Climática, e acontecerá de 1º a 9 de dezembro. Os povos indígenas da Amazônia brasileira levam a Dubai a realidade dos territórios e alternativas ao modelo econômico atual que conduz o planeta à crise climática extrema.

Dentre as atividades, estão previstos dois lançamentos: um do Boletim Emergência Climática nas Terras Indígenas da Amazônia Brasileira, e outro do site dos Planos de Gestão Territorial e Ambiental de Terras Indígenas da Amazônia.

A gerente de Monitoramento Territorial Indígena (Gemti) da Coiab, Vanessa Apurinã, ressalta a importância da divulgação de dados sobre a estiagem na Amazônia. “A complexa teia entre desmatamento, incêndios e seca na Amazônia, aponta a necessidade urgente de medidas coordenadas que integrem preservação ambiental, políticas socioeconômicas e ações climáticas para assegurar a sustentabilidade da Amazônia”, destacou.

Confira a programação completa abaixo.

 

SEXTA-FEIRA – 01/12

09:00 am (DUBAI) – 02h00 (BSB) | Compartilhando lições e construindo ampla colaboração na Bacia Amazônica: Redirecionando o financiamento climático para povos indígenas e comunidades locais (PICLs) para acelerar soluções climáticas naturais (NCS)

Sharing lessons and building a deeper collaboration in the Amazon Basin: Redirecting climate finance to indigenous peoples and local communities (PICLs) to accelerate natural climate solutions (NCS)

Local: Pavilhão da Natureza – Zona Azul

 

DOMINGO – 03/12

11:00 am (DUBAI) – 04h (BSB) | Participação Efetiva de Povos Indígenas e Comunidades Locais em REDD+ Jurisdicional

Effective Participation of Indigenous Peoples and Local Communities in Jurisdictional REDD+

Local: Pavilhão da Natureza – Zona Azul

 

 

SEGUNDA-FEIRA – 04/12

11:30 am (DUBAI) – 04h30 (BSB) | Desafios e oportunidades em geração de energia na e para a Amazônia Brasileira

Challenges and opportunities in power generation in and to the Brazilian Amazon

Local:  SE Sala 4 – Zona Azul

 

12:00 pm (DUBAI) – 05h (BSB) | Comitê Indígena de Mudanças Climáticas: inovação no enfrentamento às mudanças climáticas

Indigenous Climate Change Committee: innovation in tackling climate change

Local: Pavilhão Indígena – Zona Azul

 

TERÇA-FEIRA – 05/12

09:00 am (DUBAI) – 02h (BSB) | Territórios Indígenas: segurança para o planeta, lar para quem protege

Indigenous Territories: security for the planet, home for those who protect it

Local: Pavilhão do Brasil – Auditório 1 – Zona Azul

 

01:30 pm (DUBAI) – 06h (BSB) | As Vozes Indígenas na Defesa da Amazônia: Estratégias de Mobilização e Comunicação na Proteção dos Territórios

Indigenous Voices in Defense of the Amazon: Mobilization and Communication Strategies in the Protection of Territories

Local: Pavilhão do Brasil, Auditório 1 – Zona Azul

 

03:00 pm (DUBAI) – 08h (BSB) | Brasil rumo à COP 30: protagonismo indígena e de comunidades locais no enfrentamento à crise climática

Brazil towards COP 30: indigenous and local communities’ leading role in tackling the climate crisis

Local: Pavilhão do Brasil – Auditório 1 – Zona Azul

 

 

QUARTA-FEIRA – 06/12

12:30 pm (DUBAI) – 04h30 (BSB) | Mulheres Jovens Indígenas no enfrentamento às mudanças climáticas

Youth indigenous women leaders facing climate change

Local: Centro de Justiça Climática da Sociedade Civil – Zona Azul

 

05:00 pm (DUBAI) – 10h (BSB) | Vozes da Amazônia: Mudanças climáticas e o impacto na vida dos povos indígenas e seu papel na salvaguarda da biodiversidade

Voices from the Amazon: Climate change and the impact on the lives of indigenous peoples and their role in safeguarding biodiversity

Local: Pavilhão Indígena – Zona Azul

 

06:30 pm (DUBAI) – 11h30 (BSB) | Povos Indígenas e Comunidades Locais participando como parceiros em REDD+

Indigenous Peoples and Local Communities as partners in REDD+

Local:  SE Sala 1 – Zona Azul

 

SEXTA-FEIRA – 08/12

03:30 pm (DUBAI) – 08h30 (BSB) |  PAINEL LANÇAMENTO DO SITE PGTAS NA AMAZÔNIA – Os Planos de Vida dos povos indígenas.

PANEL LAUNCH OF THE PGTAS WEBSITE IN THE AMAZON – The Life Plans of indigenous peoples.

Local: Centro de Justiça Climática da Sociedade Civil – Zona Azul

 

06:10 pm (DUBAI) – 11h10 (BSB) | Contribuições dos territórios dos povos indígenas isolados na proteção da diversidade biológica e no combate às mudanças climáticas.

Contributions of the territories of isolated indigenous peoples in protecting biological diversity and combating climate change.

Local: Pavilhão indígena  – Zona Azul

 

SÁBADO – 09/12

03:30 pm (DUBAI) – 08h30 (BSB) | Lançamento do Boletim Emergência Climática na Amazônia

Launch of the Amazon Climate Emergency Newsletter

Mesa – Monitoramento indígena: papel dos povos indígenas nas salvaguardas e indicadores de REDD+ na Amazônia

Panel – Indigenous monitoring: The role of indigenous peoples in REDD+  indicators and in safeguarding the Amazon.

Local: Pavilhão indígena – Zona Azul

Leia mais: Com discurso sobre Amazônia na COP28, Lula diz que Brasil está disposto a ser exemplo na redução de desmatamento

📲 Receba no seu WhatsApp notícias sobre a política no Amazonas.

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -