33.3 C
Manaus
quinta-feira, novembro 30, 2023

Wilson Lima entrega primeiro trecho do Rapidão Rodoanel Metropolitano em comemoração ao aniversário de Manaus

Segundo o governador, a entrega da primeira etapa do complexo viário demonstra o compromisso do Governo do Amazonas com o desenvolvimento de Manaus

Por

O governador Wilson Lima entregou, nessa segunda-feira (23), véspera do aniversário de 354 anos da capital amazonense, o primeiro trecho da construção do Rapidão Rodoanel Metropolitano de Manaus, a maior obra de mobilidade urbana integrada da cidade. Dividido em três etapas, o projeto totaliza 37,8 quilômetros de vias rápidas e modernas, que vão ligando as zonas, sul leste, norte e oeste da cidade.

Com 8,7 quilômetros, o primeiro trecho da obra do Rapidão Rodoanel entregue à população inicia no viaduto Lydia da Eira Corrêa, na zona norte, e segue até o encontro das avenidas do Turismo e Santos Dumont, na zona oeste de Manaus. Em outras duas fases, o projeto parte da avenida dos Oitis, Distrito Industrial II (zona sul), passando pelos ramais do Brasileirinho e Chico Mendes (zona leste) e pelas avenidas Margarita e José Henriques (zona norte).

Segundo o governador Wilson Lima a entrega da primeira etapa do complexo viário em que na data tão significativa, demonstra o compromisso do Governo do Amazonas com o desenvolvimento de Manaus.

“Estamos às vésperas do aniversário de Manaus e o meu compromisso não poderia ser outro: estou aqui dedicado de corpo e alma para continuar trabalhando para transformar a vida de quem mora nessa cidade e transformar para melhor. Tenho uma missão, que é melhorar a vida de quem tanto precisa”, destacou.

O Rapidão Rodoanel Metropolitano agora proporciona maior fluidez no tráfego de veículos, em especial veículos pesados que deixam de circular nas principais vias da capital. Além disso, a intervenção está encurtando distâncias entre as zonas da cidade; redução do congestionamento, e do tempo de transporte e economia para os motoristas, contribuindo com o desenvolvimento socioeconômico da capital e da região metropolitana.

“E essa é uma obra que tem a marca do Governo do Estado do Amazonas. Essa é uma obra que representa o povo do Amazonas, essa é uma obra que representa o esforço de quem mora na cidade de Manaus. Essa era uma avenida escura. Hoje é uma outra realidade”, concluiu.

Participaram da solenidade de entrega, além do governador, a primeira-dama Taiana Lima; o secretário da Seinfra, Carlos Henrique; o prefeito de Rio Preto da Eva e presidente da Associação Amazonense de Municípios, Anderson Souza; o deputado federal Fausto Jr; deputados estaduais, incluindo o presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas, Roberto Cidade; vereadores, como o presidente da Câmara Municipal de Manaus, Caio André; e o secretário municipal de Infraestrutura, Renato Júnior, representando o prefeito David Almeida.

O Polo Industrial de Manaus também será beneficiado com a facilidade no trajeto dos veículos que saem do Distrito Industrial II com destino ao Aeroporto Internacional Eduardo Gomes e às rodovias AM-010 e BR-174. O rodoanel facilitará, ainda, o escoamento da produção rural dos municípios de Rio Preto da Eva, Itacoatiara, Silves e Itapiranga até o porto da capital.

“Eu enxergo como um presente para a população e um presente de uma pessoa visionária. Manaus é uma metrópole muito grande e antes estávamos amarrados aqui apenas a uma pequena faixa da via. Agora temos uma verdadeira avenida, que suporta um grande tráfego de veículos e que permite a gente se locomover para qualquer parte da cidade com mais rapidez”, comentou o morador do bairro Colônia Santo Antônio, Arleilson Barroso.

Rapidão Rodonel: Trecho 1

A primeira etapa, entregue nesta segunda-feira, iniciou com a duplicação da estrada do Tarumã (8,7 km) e a construção do viaduto Lydia da Eira Corrêa, maior da região Norte, com 230 mil m², situado na avenida Torquato Tapajós. Antes chamado Anel Sul, o Rapidão conta com investimento de R$ 210 milhões e gerou 3 mil empregos diretos e indiretos.

Do valor total deste primeiro trecho, R$ 144,8 milhões são recursos do Estado, empregados por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra), e R$ 65,1 milhões são recursos do Ministério das Cidades. Além da obra, R$ 19,4 milhões foram destinados para a desapropriação de 213 imóveis ao longo do trecho.

Os serviços contemplaram a duplicação da Estrada do Tarumã, que passa a ter 30 metros, sendo duas pistas com 10,5 metros e três faixas cada (somando 21 metros), mais quatro metros de canteiro central e cinco metros de passeio lateral, sendo 2,5 metros cada lado.

A obra também contou com a construção de sete retornos ao longo da via; terraplanagem; drenagem superficial e profunda; pavimentação; sinalização horizontal e vertical; faixas de pedestres; piso tátil; linhas de estímulo a redução de velocidade; instalação de 14,6 quilômetros de dispositivo de proteção (defensas) e 2,4 quilômetros de guarda-corpos.

Ao longo da via foram construídas nove paradas de ônibus e duas pontes, sendo uma sobre o Igarapé da Bolívia e outra ponte sobre a Cachoeira Alta; foram ainda instaladas 807 luminárias em LED e implantado paisagismo com gramas e plantio de 852 ipês nas cores roxos, rosa, amarelo e branco.

Rapidão Rodonel: Trechos 2 e 3

A segunda etapa inicia na avenida Oitis, no Distrito Industrial II, e vai até à avenida Margarita (onde fica o Museu da Amazônia, Musa). Com previsão de entrega para 2025 e 46% de avanço, o corredor viário terá extensão total de 18,3 quilômetros, contemplando duas pistas com três faixas de 3,60 metros cada e passeios laterais.

Ao longo do trecho também estão sendo implantadas 12 baias para paradas de ônibus; dez galerias subterrâneas e três passagens de fauna aéreas; quatro pontes; e uma ciclovia com 5,6 quilômetros de extensão com fluxo em mão dupla, margeando a Reserva Florestal Adolpho Ducke.

A obra neste trecho foi iniciada em 2019, durante o primeiro mandato do governador Wilson Lima, e já está com 5,7 quilômetros pavimentados. A meta é concluir outros dois quilômetros até dezembro deste ano.

Já a terceira etapa, com 10,8 quilômetros de extensão, contemplará a modernização das avenidas José Henriques e Margarita e a interligação das etapas um e dois. Essa parte do projeto está em fase de elaboração.

Mais investimentos em Manaus

O governador Wilson Lima destacou investimentos que somam quase R$ 700 milhões que o Governo do Amazonas vem realizando em Manaus, por meio de convênios com a prefeitura. Desde 2021, já foram repassados pelo Estado ao município cerca de R$ 528,1 milhões para melhorias em infraestrutura viária, renovação da frota do transporte coletivo, revitalização de feiras, mercados e parques, e implantação e renovação passe livre estudantil. Outros R$ 170,7 milhões ainda deverão ser repassados.

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -