26.3 C
Manaus
sexta-feira, maio 17, 2024

Moro gagueja ao reagir sobre ação da PGR que pede sua prisão

Ao tentar explicar sobre o vídeo viralizado, Moro subiu o tom e gaguejou, alegando que o mesmo foi fragmentado, editado e manipulado para colocá-lo contrário ao STF

Por

Após a Procuradoria-Geral da República (PGR) pedir a prisão do senador Sergio Moro (União Brasil-PR), nessa segunda-feira, 17/4, após vídeo em que Moro fala sobre o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, viralizar nas redes sociais, o ex-juiz deu uma coletiva à imprensa pela noite para explicar os fatos, porém, o senador gaguejou ao expor seus argumentos.

A denúncia da PGR pediu a condenação pela declaração, em que Moro afirma que o ministro “venderia sentenças de habeas corpus”. A vice-procuradora-geral da República, Lindôra Araújo, pede a condenação e eventual prisão e cassação do ex-juiz da Lava Jato por calúnia contra Gilmar Mendes.

Durante a coletiva, Sergio Moro subiu o tom e chegou a dizer que o vídeo viralizado foi tirado do contexto. “Claramente, naqueles fragmentos que foram editados e manipulados, não há nenhuma acusação contra o ministro Gilmar Mendes. Não há nenhuma ofensa ao ministro Gilmar Mendes intencional. O que existe são falas que foram descontextualizadas e divulgadas em fragmentos para falsamente me colocar como alguém contrário ao Supremo Tribunal Federal e ao próprio ministro, o que nunca fui”, disparou o senador.

Por fim, o parlamentar disse que lamentava a atitude do procurador-geral em acatar facilmente uma denúncia para pedir sua prisão e até sua cassação como senador. “Lamento que o procurador-geral da República veja com tanta facilidade a possibilidade de denunciar um senador da República e pedir sua prisão! Não creio que esse seja o Brasil que queremos”, disse ainda.

Sobre a denúncia

A manifestação do Ministério Público foi feita após o ministro acionar a PGR na última sexta-feira, 14/4, contra o senador. Na representação, o advogado de Mendes, Rodrigo Mudrovitsch, faz menção a uma reportagem da revista Veja.

A revista publicou um vídeo em que o senador, em um evento social, respondeu a uma fala que menciona um possível “suborno” a alguém. Moro diz: “Não, isso é fiança… instituto… para comprar um habeas corpus do Gilmar Mendes.”

Leia mais: Beto Simonetti repudia fala de desembargador do Paraná sobre nortistas

 

Da Redação

Foto: Lucio Tavora / Xinhua

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -