32.3 C
Manaus
quinta-feira, junho 20, 2024

Mesmo com a redução de casos de Covid-19 em Roraima, Ale-RR deve avaliar ‘prorrogação’ sobre calamidade pública, nesta terça, 8/3

O pedido foi feito pelo governador de Roraima, Antonio Denarium (PP), mesmo com a redução dos casos graves da doença no estado. Reduções essas também presentes na capital de Roraima, onde a maior parte da população do estado vive. O que motivou a prefeitura de Boa Vista a liberar o uso de máscara em ambientes abertos, a partir desta terça-feira, 8/3

Por

Enquanto o Comitê de Combate à Covid-19 da Prefeitura de Boa Vista decidiu pela liberação do uso de máscaras em ambientes abertos a partir desta terça-feira, 8/3, os deputados da Assembleia Legislativa de Roraima (Ale-RR) devem avaliar na sessão plenária do mesmo dia, se mantem ou não o decreto de calamidade pública no Estado até o fim do ano. O pedido foi feito pelo governador de Roraima, Antonio Denarium (PP), no mês passado, mesmo com a redução dos casos graves da doença no estado.

No pedido, Denarium alega a necessidade de manter o decreto devido as dificuldades enfrentadas ainda pela pandemia da Covid-19. A intenção do governador, segundo opositores, é aproveitar o decreto, caso aprovado pelos deputados, para desviar recursos públicos e usar as ações como campanha política para a sua reeleição.

A Mensagem Governamental nº3/2022, que reconhece a ocorrência do estado de calamidade pública em Roraima, seria colocada em votação na sessão ordinária da última quinta-feira, 3/3, porém não entrou em votação por falta de quórum.

No texto, encaminhado ao presidente da Assembleia Legislativa, deputado Soldado Sampaio (PCdB), o governador Antonio Denarium, solicitou que o pedido de reconhecimento do estado de calamidade pública em Roraima, fosse analisado com urgência.

Críticas – O presidente estadual do MDB em Roraima e pré-candidato ao Senado, Romero Jucá, criticou a conduta de Denarium, em querer manter o decreto de calamidade pública no estado até o fim de 2022.

Em artigo, divulgado na semana passada, além de criticar o governador, Jucá também lamentou a postura do presidente da Assembleia Legislativa (ALE-RR), Soldado Sampaio (PCdoB), aliado de Denarium.

No artigo, Romero Jucá destacou que os dados mostram o controle da doença em Roraima, e que problemas em demais áreas, como saúde, educação e segurança não tem relação com a pandemia, mas, segundo ele, pela corrupção que se instalou nessa atual gestão.

Jucá disse, ainda, que tanto o governador como o deputado estadual Soldado Sampaio, incentivam aglomerações no estado, além de ressaltar que manter esse decreto de calamidade que abrange todos os setores da administração estadual é dar carta branca para o mau uso do dinheiro público.

Liberação – Além de liberar o uso de máscaras em espaços abertos a partir de amanhã, a Prefeitura de Boa Vista também determinou o retorno 100% presencial dos atendimentos nas secretarias e órgãos públicos, independente de agendamento a partir da próxima segunda-feira, 14/3. O uso da máscara em locais fechados permanece obrigatório.

A decisão foi tomada devido aos baixos números de casos da Covid-19 na capital, além da queda das internações tanto em leitos clínicos, como em leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). De acordo com o boletim epidemiológico do Governo do Estado deste domingo, 6/3, o Hospital Geral de Roraima, por exemplo, está com apenas 26% dos leitos de UTI ocupados e o Hospital da Criança permanece com apenas 20% de ocupação.

No dia 19 deste mês, o Comitê de Combate à Covid-19 de Boa Vista voltará a se reunir para definir sobre a liberação do uso de máscara em locais fechados, levando em consideração o cenário epidemiológico e o avanço da vacinação no município.

— —

Da Redação com informações da assessoria de imprensa

Foto: Divulgação

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -