27.3 C
Manaus
quarta-feira, julho 24, 2024

Roberto Cidade destaca a chegada de geradores de energia elétrica em Apuí

O presidente da Aleam anunciou que fará uma nova audiência pública na Casa para tratar sobre a qualidade do serviço que é prestado em Manaus e nos municípios do interior. Dentre os que, conforme Cidade, mais estariam sendo prejudicados pela concessionária de energia está Apuí, onde os agricultores tiveram de jogar a produção de leite fora por não ter como armazenar o produto.

Por

Após a realização de Audiência Pública em Apuí, na última sexta-feira, 20/8, o presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas, deputado Roberto Cidade (PV), anunciou o envio de geradores para a regularização do fornecimento de energia no município.

“Fui informado pelo prefeito Marcos Lise que o primeiro grupo com três geradores de energia começaram a chegar em Apuí no domingo e que o segundo chegaria hoje (segunda-feira). Esses geradores só estão chegando, graças a Audiência Pública realizada na sexta-feira, quando cobramos uma resposta urgente e efetiva da empresa. Ainda não é o ideal, mas com certeza já vai ajudar a população que estava tendo enormes prejuízos com as constantes quedas e interrupções no serviço”, pontuou.

Além de melhorias no fornecimento de energia elétrica, a Audiência Pública realizada pela Câmara Municipal de Apuí, tratou ainda sobre a expansão do serviço, através do Programa Luz para Todos no município. Participaram da audiência, o Prefeito Marcos Lise (PSC), os deputados Roberto Cidade e Dr. Gomes, o autor da propositura, vereador Antonio Carlos (PSC), os demais vereadores da Câmara Municipal, além de produtores e a população de Apuí.

Denúncias – Além da precariedade nos serviços de energia elétrica em Apuí, o deputado Roberto Cidade já recebeu muitas denúncias e se manifestou na tribuna da Assembleia Legislativa diversas vezes, cobrando uma solução aos problemas da falta de energia nos municípios do interior.

De acordo com ele, o problema é persistente há muito tempo e não há regularização por parte da empresa. Ele destacou ainda o valor da conta cobrada aos clientes, mas o péssimo serviço prestado pela concessionária no Amazonas.

“Infelizmente o consumidor paga uma conta muito alta, por um serviço de péssima qualidade. A falta de energia elétrica, as quedas e os enormes prejuízos, são uma das principais reclamações dos consumidores ao Procon. A concessionária raramente paga pelo prejuízo causado ao consumidor, no entanto, se a conta está atrasada alguns dias, já vem a notificação de corte e até mesmo o corte, desrespeitando a legislação que proíbe o corte durante a pandemia”, ressaltou.

— —

Com informações da assessoria de imprensa

Fotos: Divulgação e Evandro Seixas

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -