32.3 C
Manaus
sábado, fevereiro 24, 2024

Carlos Almeida declara que enquanto estiver como governador em exercício, o ato de exoneração do titular da SSP-AM é válido

O vice-governador do Amazonas, Carlos Almeida, emitiu nota destacando que na ausência do governador Wilson Lima, que está cumprindo agenda fora do Estado, ele assume interinamente o cargo e os atos dele enquanto governador são válidos

Por

A troca de acusações de lado a lado nesta quinta-feira, 22/7, entre o governador Wilson Lima (PSC) e o vice Carlos Almeida (PSDB) permanecem. Após a nota de Lima afirmando não haver validade no ato de Almeida, o vice-governador em exercício, também em nota, afirmou que o ato dele, em tentar exonerar o secretário de Estado e Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), coronel Louismar Bonates e nomear para o cargo o comissário de polícia, Mário Aufiero são válidos.

Na nota, Carlos Almeida informou que com a ausência do governador implica em imediato exercício do cargo pelo vice-governador, como, segundo ele, determina a Constituição e que o ato de exoneração de Bonates é de extrema necessidade diante do escândalo que a permanência do secretário representava à frente da pasta, e caso Wilson Lima discorde da decisão dele, poderá reconduzir Bonates à SSP-AM quando retornar de viagem.

Carlos Almeida declarou que todas as medidas criminais e administrativas serão tomadas em relação aos servidores que se opuserem ao cumprimento da ordem de exoneração, e que as acusações de fraude, implicadas a ele, demonstram total desconhecimento da legislação por parte da equipe do governador Wilson Lima.

Confirma a nota na íntegra

Nota Pública

Na noite da última quarta-feira (21), protocolei na Casa Civil do Estado do Amazonas o pedido de exoneração do secretário de Segurança Pública, coronel Louismar Bonates. Um ato de extrema necessidade diante do escândalo que a permanência do secretário representava à frente da pasta.

Além do colapso na Saúde, que infelizmente resultou na morte de muitos amazonenses, o estado vem sendo vítima de uma infinidade de desvios éticos que, segundo investigações, atingem também a Segurança Pública. Portanto, não tendo o governador exercido tal obrigação, coube a mim pedir a exoneração do secretário em nome da moralidade.

Como determina a Constituição, a ausência do governador implica em imediato exercício do cargo pelo vice-governador, portanto, enquanto governador em exercício, meus atos são válidos. Acusações de fraude demonstram total desconhecimento da legislação por parte da equipe de Wilson Lima.

Ressalto que todas as medidas criminais e administrativas serão tomadas em relação aos servidores que se opuserem ao cumprimento da ordem de exoneração. Posteriormente, caso Wilson Lima discorde de minha decisão, mesmo diante de todas as denúncias envolvendo o nome do secretário, o governador poderá reconduzi-lo ao cargo assim que retornar de viagem.

Carlos Almeida Filho – governador em exercício do Amazonas

Ausência – Carlos Almeida teria aproveitado a ausência do governador Wilson Lima (PSC), que está em viagem para Brasília, para articular na madrugada desta quinta-feira, 22/7, a exoneração do titular da Secretaria de Segurança Pública do Estado do Amazonas (SSP-AM). Em nota, o Governo do Estado destacou que o documento com a exoneração de Bonates, que ainda chegou a ser enviada ao Diário Oficial do Amazonas (DOA), não tem validade porque não chegou a ser.

Na nota, Carlos Almeida informou que com a ausência do governador implica em imediato exercício do cargo pelo vice-governador, como, segundo ele, determina a Constituição e que o ato de exoneração de Bonates é de extrema necessidade diante do escândalo que a permanência do secretário representava à frente da pasta, e caso Wilson Lima discorde da decisão dele, poderá reconduzir Bonates à SSP-AM quando retornar de viagem.

Carlos Almeida declarou que todas as medidas criminais e administrativas serão tomadas em relação aos servidores que se opuserem ao cumprimento da ordem de exoneração, e que as acusações de fraude, implicadas a ele, demonstram total desconhecimento da legislação por parte da equipe do governador Wilson Lima.

Por Lana Honorato

Foto: Ione Moreno

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -