26.3 C
Manaus
quarta-feira, julho 24, 2024

PSDB Amazonas formaliza oposição ao governo Wilson Lima

Decisão foi referendada na reunião da executiva estadual do partido nesta sexta-feira, 16. Além do presidente estadual da legenda, o ex-prefeito Arthur Virgílio, a reunião on-line contou com a participação do vice-governador do Amazonas, Carlos Almeida Filho.

Por

O Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), em reunião da executiva estadual, formalizou a oposição ao atual governo do Amazonas. “Nunca estivemos alinhados com o desgoverno que aí está, mas em um momento como esse, de mudanças nos rumos da política deste país, é preciso ter um partido coeso e que precisa de todos os seus membros para buscar o melhor para o nosso Estado e para o Brasil”, destacou o presidente do PSDB-AM, Arthur Virgílio Neto.

Recém-filiado ao PSDB-AM, o vice-governador Carlos Almeida Filho – que ainda em maio do ano passado manifestou publicamente seu desalinhamento político com o governador, entregando carta de exoneração do cargo de secretário-chefe da Casa Civil – destacou a necessidade de fortalecer medidas de combate à corrupção, com maior transparência e participação popular. “Parabenizo a iniciativa da presidência do PSDB, que toma as rédeas do partido e atua em favor dos interesses do povo amazonense. Fui muito bem acolhido no ninho tucano e estou à disposição”, disse.

Segundo a presidente do PSDB Mulher no Amazonas, Conceição Sampaio, é urgente um novo direcionamento político no Amazonas. “Nosso partido vive um momento de fortalecimento, que resultará em uma democracia cada vez mais consolidada. O objetivo do presidente Arthur Virgílio Neto, que é um dos quatro postulantes nas prévias presidenciais do PSDB é, justamente, promover uma mudança que venha da base, de dentro para fora, e que desperte na população o espírito de cidadania e o respeito à causa pública”, pontuou.

Entre os demais representantes da executiva estadual que participaram do encontro nesta sexta-feira, 16/7, por videoconferência, destacam-se a deputada estadual Therezinha Ruiz e o secretário-geral, Mário Barros, entre outros membros e filiados.

Mais igualdade – Ainda na reunião, Arthur Virgílio Neto aproveitou para defender algumas de suas causas sociais e que, como afirmou, serão pontos fortes em sua candidatura às prévias e no movimento de ressignificação do PSDB, como a igualdade de gênero e o combate aos preconceitos. “Não podemos mais tolerar o racismo, a homofobia, o feminicídio. Chega de ódio e intolerância”, opinou.

Arthur também disse que irá fortalecer as políticas partidárias para as mulheres e criticou o sistema de cotas. “Nós, homens, somos 47% da população. Então, a mulher não pode mais servir apenas para preencher vaga. O mundo político ainda é muito machista. Ao contrário, temos que ir em busca de mulheres de valor para termos, de fato, um partido que represente a realidade: que as mulheres são a maioria e estão subestimadas”, finalizou.

— —

Com informações da assessoria de imprensa

Foto: Divulgação

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -