26.3 C
Manaus
quarta-feira, julho 24, 2024

Prefeitura de Borba firma contrato com empresa do Paraná por mais de meio milhão para o fornecimento de móveis

A empresa, vencedora da licitação, fica no município de Rio Azul, interior do estado do Paraná e, conforme a licitação, irá receber R$ 655,495 mil do município de Borba

Por

Um contrato de mais de R$ 600 mil para a aquisição de mobiliários de sala de aula para as escolas municipais do município de Borba (a 153 quilômetros de Manaus) tem levantado suspeita. Isso porque a empresa contratada por meio de processo licitatório fica localizada em uma cidade do interior do estado do Paraná.

A empresa Playrio Parques Infantil Ltda, contratada pelo valor global de R$ 655,495 mil fica localizada no município de Rio Azul, interior do Paraná, conforme o sistema de Cadastro Nacional da Pessoal Jurídica, da Receita Federal. A cidade tem pouco mais de 15 mil habitantes, segundo estimativa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O que, para alguns moradores entrevistados pelo Portal O Convergente, fica mais estranho ainda, uma vez que a logística de entrega no Amazonas é bem complicada considerando que os móveis teriam de cruzar um extremo do país a outro para atender à população borbense.

“É tudo muito estranho. Esse tipo de empresa tem no Amazonas e ficaria mais fácil, né? Deve ter algum conhecido do prefeito nesse bolo. Espero que não, mas é complicado”, reclamou um morador que preferiu não ser identificado ao citar o prefeito da cidade, Simão Peixoto (PP).

Uma outra moradora disse ao O Convergente que muita gente tem um pé atrás com o prefeito justamente em razão de suspeitas em contratos e licitações. “Esse contrato deve ser mais um dos muitos suspeitos que ele mantém. Isso de contratar empresa de outro estado, ainda mais assim tão longe está errado. Como eles vão trazer esses móveis? O prefeito deveria era estar preocupado com outros problemas da cidade ou contratar profissionais aqui na região e assim ajudar na geração de renda”, reclamou o morador que preferiu não se identificar por medo de represália.

Contrato – A contratação da empresa foi firmada por meio de procedimento licitatório e, conforme os poucos detalhes do processo, foram firmados por meio do despacho de homologação do pregão eletrônico Nº 015/21-CPL/PMB, publicado no Diário Oficial dos Municípios no mês passado.

A publicação foi assinada pelo prefeito Simão Peixoto, mas não detalha prazos, nem que tipo de produtos serão adquiridos no processo.

O Portal O Convergente entrou em contato com a assessoria da prefeitura para pedir esclarecimentos quanto a contratação da empresa, mas até o fechamento da matéria não obteve respostas nem sobre o contrato e nem sobre a forma que o material adquirido chegaria à cidade.

Confira a publicação e detalhes sobre a empresa:

— —

Da redação

Fotos: Divulgação / Ilustração: Marcus Reis

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -