27.3 C
Manaus
segunda-feira, julho 22, 2024

Sabugo é recebido com festa e aglomeração por apoiadores em Itacoatiara e Urucurituba após prisão

O deputado estadual Sinésio Campos esteve em Urucurituba para recepcionar o prefeito, que foi preso no último dia 28 de abril por suposto envolvimento em contratos relacionados à limpeza pública do município

Por

Posto em liberdade após ser preso na Operação “Coleta de Luxo”, deflagrada pelo Ministério Público do Amazonas (MPE-AM) no último dia 28 de abril, o prefeito de Urucurituba, Claudenor Pontes (PT), o Sabugo, foi recebido por correligionários e com aglomerações em Itacoatiara e no município em que é prefeito nessa quarta-feira, 5/5. Sabugo também recebeu o apoio e o voto de confiança do deputado estadual Sinésio Campos (PT), que fez questão de participar da comemoração.

Sabugo é investigado pelo MPE-AM por envolvimento em uma organização criminosa que, supostamente, fraudava contratos relacionados à limpeza pública do município de Urucurituba. Além do prefeito, o irmão dele, José Júlio de Castro Pontes, que é representante do município em Manaus, a secretária de finanças de Urucurituba, Eliana da Cunha Melo e presidente da Comissão de Licitação do Município, Ivoney Guimarães Menezes, também foram presos.

Recepção – O prefeito de Urucurituba chegou a Itacoatiara por volta das 16h e seguiu em carro aberto até o porto da cidade, de onde foi de barco para Urucurituba. Em Itacoatiara, a carreata provocou aglomeração de apoiadores. Muitos não usavam máscara. Sabugo chegou à Urucurituba por volta das 18h30.

Já em Urucurituba, Sabugo andou ao lado do deputado Sinésio pelas ruas da cidade em meio à multidão e muitas pessoas não usavam máscaras. Na aglomeração, Sinésio discursou em apoio ao prefeito, que destacou ser seu amigo.

“Você, meu amigo, eu acredito na sua idoneidade, acredito na forma que você ama esse povo. A gente sabe que muitas das vezes a gente comete, de repente, sem saber por conta da máquina tão grande, que acaba tendo alguns deslizes, mas eu acredito que tudo será apurado. Digo e repito, a minha relação com o Sabugo não é só como prefeito, ele é meu amigo”, destacou o parlamentar.

Ao discursar, sob gritos de apoio da população, Sabugo atribuiu a investigação, que culminou na sua prisão temporária, a perseguição de adversários políticos que perderam as últimas duas eleições municipais.

“Quando o MPE recebe uma denúncia tem que apurar, tem que passar pelo processo que a própria lei diz e, com certeza, no final vão dizer que nós temos razão. Porque os absurdos, as coisas que são inventadas, criadas, não vão ter vida longa. A mentira tem a perna curta. A mentira, a calúnia, serão esclarecidas. Em 2025 vai ser um novo prefeito e quem quiser fazer um trabalho pelo município, um trabalho decente, que coloque seu nome para o povo aprovar”, disse Sabugo.

Operação – No dia 28 de abril de 2021, o Ministério Público do Amazonas deflagrou a Operação “Coleta de Luxo” tendo por objeto a apuração de crimes contra a Administração Pública de Urucurituba, em especial os crimes de direcionamento de licitações e lavagem de dinheiro.

Além das prisões foram cumpridos ainda diversos mandados de busca e apreensão domiciliar e pessoal, tendo por alvo pessoas físicas e jurídicas. Além de documentos, a polícia apreendeu em torno de R$ 50 mil reais em espécie.

Vídeo da carreata em Itacoatiara:

 

Por Lana Honorato

Foto: Divulgação

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -