25.3 C
Manaus
sexta-feira, julho 12, 2024

‘Na tela do eleitor: Análise das estratégias de marketing dos pré-candidatos em 2024’: “Capitão Alberto Neto, uma direita conservadora à procura de um avanço digital nas eleições”, diz especialista

Em termos de posicionamento ideológico, a narrativa de Alberto Neto, na visão de Rodrigo Gadelha, é superficial, deixando de lado um debate mais substancial e qualificado

Por

As redes sociais emergiram como ferramentas poderosas de marketing político, revolucionando a maneira como as campanhas eleitorais são conduzidas. O deputado federal Capitão Alberto Neto (PL), pré-candidato ao cargo de prefeito de Manaus, é um dos políticos que ativamente usa seu perfil no Instagram para debater assuntos da Câmara Federal e comentar sobre temas voltados ao pleito.

Com 286 mil seguidores em seu perfil oficial, o político escolhido pelo ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) para esta eleição na capital é o segundo parlamentar da série ‘Na tela do eleitor: Análise das estratégias de marketing dos pré-candidatos em 2024’.

As plataformas não apenas facilitam a comunicação direta entre pré-candidatos e eleitores, mas também permitem um alcance massivo e segmentado, potencializando a disseminação de mensagens e o engajamento do público. Rodrigo Gadelha, especialista em marketing e analista da série especial do O Convergente, conta que Neto adota em sua rede social uma comunicação peculiar e semelhante à de outras figuras políticas de direita.

“Alberto Neto adota um posicionamento de direita com uma comunicação bastante peculiar. Sua direção de arte e identidade visual são bem organizadas e atraentes para a militância, alinhando-se ao estilo nacional da direita. Sua abordagem lembra muito a comunicação de figuras como Gil Diniz, Carla Zambelli, Fernando Holiday e outras lideranças do espectro político conservador de direita. Ele frequentemente apresenta os mesmos títulos e temas”, pontuou.

Uma das maiores vantagens das redes sociais é seu vasto alcance. O publicitário destaca que a comunicação de Alberto Neto parece mais adequada para campanhas proporcionais do que para uma campanha majoritária, muitas vezes dependendo de “muletas” políticas.

“Apesar da habilidade e qualidade em se expressar, em comparação a muitos outros candidatos, seu posicionamento parece estar muito focado em alimentar uma base militante. A estratégia comunicacional da direita proporcional muitas vezes parece limitada a um estilo repetitivo focado no engajamento, com críticas frequentes à mídia tradicional e ao governo atual como pontos centrais”, traçou Gadelha o perfil do pré-candidato.

Diferentemente dos meios de comunicação tradicionais, as redes sociais promovem uma interação bidirecional. Pessoas com grande número de seguidores em redes sociais podem amplificar a mensagem, atingindo audiências que, de outra forma, poderiam ser inacessíveis.

“Fica claro que o fato de Bolsonaro ter conquistado exatamente 53,55% dos votos válidos, totalizando 622.846 votos, tem sido um peso na estratégia de comunicação para atrair a direita para o seu lado. Acredito que as divisões dentro da direita estão dificultando a consolidação de Alberto, especialmente porque Menezes também aspirava ser o candidato de Bolsonaro”, compara o publicitário.

Em termos de posicionamento ideológico, a narrativa de Alberto Neto, na visão de Rodrigo Gadelha, é superficial, deixando de lado um debate mais substancial e qualificado. “Falta um contexto mais embasado em feedback da população, concentrando-se apenas em conceitos ideológicos”.

Perfil legislador X gestor

No perfil oficial, o parlamentar representante do Amazonas em Brasília tem publicado diversos assuntos em torno de pautas da direita, além de oposição ao presidente Lula (PT). Gadelha, que é publicitário e marqueteiro, fez um panorama o perfil de Alberto Neto no Instagram.

“A foto que ele usa de destaque ainda é a de terno e gravata, sendo que o cargo pretendido exige sair do gabinete, plenário e comissões para um contato mais próximo com as pessoas da capital e as demandas da cidade. Uma humanização maior poderia ser uma aliada poderosa, trazendo à tona pontos de vista que parecem ser negligenciados na abordagem atual de Alberto Neto, como evidenciado no vídeo que fala sobre violência doméstica com a legenda: ‘Quem cuida da mulher, cuida da família. Toda mulher merece ser feliz e viver em um ambiente livre de violência doméstica'”.

Gadelha finaliza sintetizando que “a impressão que se tem é que Alberto Neto é maior do que sua comunicação atual sugere, mas está preso a uma fórmula de sucesso que o trouxe até aqui.”

Alberto Barros Cavalcante Neto, mais conhecido como Capitão Alberto Neto, é um policial militar e político brasileiro, filiado ao Partido Liberal (PL). Nas eleições de 2018, foi eleito deputado federal pelo Amazonas, obtendo 107.168 votos totalizados (6,08% dos votos válidos). Em 2022, se reelegeu com 147.821 votos, a segunda maior votação do estado.

Entramos em contato com a equipe responsável pela rede social do deputado federal para entender como é realizada a elaboração dos conteúdos de Alberto Neto, mas não obtivemos retorno. Em relação à estratégia de marketing de campanha do pré-candidato para o pleito de 2024, O Convergente conversou com Daniel Braga, um dos possíveis marqueteiros de Neto. Por telefone, Daniel informou que ainda estão sendo realizadas reuniões para alinhar os trabalhos para as eleições deste ano, que podem ser definidas a partir do dia 20 de julho.

Ilustração: Marcus Reis

Leia mais: “Na tela do eleitor: Análise das estratégias de marketing dos pré-candidatos em 2024; Como Amom Mandel contextualiza a política com seguidores nas redes sociais

📲 Receba no seu WhatsApp notícias sobre a política no Amazonas.

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -