25.3 C
Manaus
sexta-feira, julho 12, 2024

Destacando os desafios da Justiça Eleitoral, juíza federal Mara Elisa Andrade é empossada como membro titular do TRE-AM

Durante o discurso de posse, a magistrada comentou de forma honrosa e respeitosa sobre sua participação em servir à instância eleitoral do estado, destacando sua extensão territorial, riquezas naturais e culturais, além dos desafios do Poder Judiciário

Por

A juíza federal Mara Elisa Andrade foi empossada como membro titular da classe dos magistrados no Pleno do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) para o biênio de 2024/2026. A solenidade foi realizada nesta segunda-feira (24), no auditório do Fórum Eleitoral. Ao conduzir a cerimônia na Corte Eleitoral, o presidente do TRE-AM, desembargador João Simões, disse que a entrada da juíza federal Mara Elisa Andrade no Tribunal Regional Eleitoral “representa nosso compromisso com a diversidade e garante um sistema eleitoral cada vez mais inclusivo”.

A juíza Mara Elisa Andrade é graduada em Direito pela Universidade de Uberaba, com especialização em Direito Tributário pela Universidade do Sul de Santa Catarina, além de ter mestrado pela American University Washington College of Law, na área de Concentração em Direito Ambiental e Direito das Mudanças Climáticas.

Durante o discurso de posse, a magistrada comentou de forma honrosa e respeitosa sobre sua participação em servir à instância eleitoral do estado, destacando sua extensão territorial, riquezas naturais e culturais, além dos desafios do Poder Judiciário.

“Muito me honra a especial oportunidade de servir à Justiça Eleitoral do Amazonas. O maior estado da federação, com território de mais de um milhão e meio de Km², 62 municípios e uma população de aproximados 4 milhões de habitantes, segundo dados do IBGE de 2023. Um estado de riquezas naturais, vasta extensão territorial, diversidades étnicas e culturais, apresenta complexidade que vai além de seu arranjo social e reflete em desafios que devem ser corajosamente enfrentados pelo Poder Judiciário Brasileiro”, destacou a juíza.

Em outro momento observou: “Estes desafios vão além das questões logísticas e de acessibilidade à Justiça Eleitoral. Para além dos desafios já conhecidos de combate ao uso abusivo do poder econômico e político, a sociedade moderna traz novos desafios, que incluem o combate à desinformação e ao uso abusivo de mídias sociais e inteligência artificial, capazes de manipular informações e viciar a formação da vontade do eleitor. Eu também não poderia deixar de fora desafios de baixa representatividade da rica diversidade de nossa sociedade, e aqui eu gostaria de incluir o combate à desigualdade de gênero. Faz apenas 92 anos que o Brasil reconheceu às mulheres os direitos de votar e de serem votadas”, concluiu.

Recentemente, Mara Elisa Andrade assumiu o cargo de juíza federal da 7ª Vara da Seção Judiciária do Amazonas, especializada em Direito Ambiental e Agrário. Ela atua na Justiça Federal do Amazonas há quase dez anos.

A Corte Eleitoral no TRE-AM é composta por desembargadores, juízes estaduais, juízes federais e representantes da classe dos juristas.

Participaram da solenidade de posse da juíza, membros da Corte, além do secretário de Governo Sérgio Litaiff e do presidente da OAB-AM, Jean Cleuter Simões.

Da Redação/Assessoria

Foto: Divulgação/TRE-AM

Leia mais: Juiz Federal Érico Pinheiro é empossado como membro substituto do TRE-AM

📲 Receba no seu WhatsApp notícias sobre a política no Amazonas.

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -