31.3 C
Manaus
sexta-feira, julho 12, 2024

Onda de calor causa mais de mil mortes em peregrinação a cidade sagrada do Islã

A peregrinação iniciou na semana passada, com temperaturas que ultrapassaram os 50ºC

Por

Em Meca, mais de mil pessoas morreram por conta de uma onda de calor durante a peregrinação anula na cidade. De acordo com a agência de notícias AFP, nesta quinta-feira (20), o número total é de 1.081 vítimas de quase dez países morreram.

A peregrinação iniciou na semana passada, com temperaturas que ultrapassaram os 50ºC.

Meca é a principal cidade sagrada do Islã e um dos cinco pilares do islamismo. Apenas os muçulmanos podem entrar na cidade, e, durante o período de peregrinação, o governo saudita distribui vistos para estrangeiros, com base em um sistema de cota.

Apesar do controle de entrada, entre as vítimas, mais 630 estavam em situação irregular no país, ainda de acordo com o balanço da AFP com base nos registros das autoridades locais e comunicados de embaixadas dos países afetados.

Neste ano, o período de peregrinação anual, determinada pelo calendário lunar islâmico, acontece em meio a uma onda de calor e no início do verão no Hemisfério Norte. O centro nacional meteorológico informou que o termômetro chegou a atingir a temperatura de 51,8ºC na Grande Mesquita de Meca, nesta semana.

As vítimas são do Egito, Malásia, Paquistão, Índia, Jordânia, Indonésia, Irã, Senegal, Tunísia e do Curdistão iraquiano.

*Com informações do G1

Leia mais: Reflexos da declaração de Lula sobre Gaza e Holocausto: Como o mundo reagiu

📲 Receba no seu WhatsApp notícias sobre a política no Amazonas.

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -