32.3 C
Manaus
sexta-feira, julho 12, 2024

Após determinação da Justiça Eleitoral, Marcelo Ramos resposta vídeo de Amom Mandel sem impulsionamento

O Amom também publicou vídeo com conteúdos negativos a mim e impulsionou. Mas, diferente dele, não vou entrar na Justiça”, afirmou o pré-candidato petistas em sua rede social

Por

Conforme dito em nota à reportagem do Convergente, sobre a liminar da Justiça Eleitoral que determinou a retirada da postagem sobre o vídeo de Amom das Redes Sociais, o pré-candidato Marcelo Ramos (PT), republicou o vídeo em seu perfil no Instagram sem impulsionamento, na tarde desta segunda-feira (17).

A segunda liminar analisada pelo juiz da 32ª Zona Eleitoral, Roberto Santos Taketomi deferida hoje, havia determinado o prazo de 48 horas, sob pena de multa diária de R$ 1.000,00 (mil reais), limitada inicialmente ao patamar de R$ 10.000,00 (dez mil reais), para que Marcelo Ramos retire as publicações das plataformas Facebook e Instagram, vídeo em que o pré-candidato do PT fala de um discurso de Amom, semelhante ao que Wilson Lima e David Almeida, sobre “este discurso é velho, eu acho que já ouvi essa conversa” e “Manaus já caiu duas vezes nessa conversa, com Wilson Lima e David Almeida’” Não imputa nenhum fato ofensivo à reputação do pré-candidato Amom.

Ramos por sua vez, declarou ao O Convergente por meio de nota que a decisão do juiz analisou que o pré-candidato Marcelo Ramos não imputa nenhum fato ofensivo à reputação do pré-candidato Amom e faz apenas críticas de natureza política. A análise e despacho foram baseados apenas no impulsionamento do conteúdo. Neste caso, serão feitos apenas ajustes de promoção. Quanto às críticas, continuarão sendo feitas quando forem necessárias”, concluindo que a publicação será retirada e republicada sem impulsionamento, conforme decidido.

No vídeo repostado, Ramos direciona à Amom Mandel suas críticas. Na legenda, o adversário de Mandel descreve que cumpriu a decisão judicial e reitera a exclusão do vídeo, mas replicou porque como bem dito pelo magistrado, ele apenas possui um tom irônico. “E quem vai impulsionar será você, seguidora e seguidor amigo, que concorda que as táticas do Amom são as mesmas de Wilson Lima e David Almeida”, disse.

“A Justiça Eleitoral, a pedido do Amom, mandou retirar esse vídeo única e exclusivamente por conta do impulsionamento. Cumpri a decisão e estou republicando o vídeo sem impulsionamento para que Manaus saiba que Amom é a nova versão de David Almeida e Wilson Lima. O Amom também publicou vídeo com conteúdos negativos a mim e impulsionou. Mas, diferente dele, não vou entrar na Justiça”, afirmou o pré-candidato petistas em sua rede social.

Na decisão final, o juiz que ressalta a decisão foi baseada no impulsionamento da publicação do vídeo. “As frases relacionadas possuem tom irônico e em que pese não imputar nenhum fato ofensivo à honra do pré-candidato, sem dúvida visam desprestigiar o pré-candidato adversário Amom Mandel, ao compará-lo a outros políticos”, assina Roberto Santos Taketomi.

Entramos em contato com o advogado de defesa de Amom Mandel, Iuri Albuquerque, mas até o momento, não tivemos retonorno.

Foto: Marcus Reis/Roprodução/Vídeo/Instagram/@marceloramos.am

Leia mais: Lei de Roberto Cidade garante direito a acompanhante para mulheres em consultas médicas

📲 Receba no seu WhatsApp notícias sobre a política no Amazonas.

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -