32.3 C
Manaus
quarta-feira, junho 12, 2024

Entrega de veículos da Toyota é suspensa no Japão após falhas em testes de segurança

No final de janeiro, o Ministério dos Transportes do Japão solicitou às montadoras uma revisão das certificações

Por

As montadoras automotivas Toyota e Mazda anunciaram, nesta segunda-feira (3), a suspensão das entregas de alguns modelos. A decisão veio após o Ministério dos Transportes do Japão encontrar irregularidades nos pedidos de certificação de determinados veículos, levando em consideração a gravidade do escândalo.

Uma investigação, conforme informações do site Fortune, revelou que as montadoras submeteram dados de testes de segurança incorretos ou manipulados para certificar seus veículos. O Ministério dos Transportes do Japão também detectou irregularidades semelhantes nos pedidos de certificação de outras montadoras, como Honda, Suzuki e Yamaha Motor.

Em resposta à situação, Toyota, Mazda e Yamaha interromperam as remessas de alguns modelos de veículos. Além disso, as autoridades japonesas anunciaram uma inspeção na sede da Toyota, na província de Aichi, programada para esta terça-feira (4).

No final de janeiro, o Ministério dos Transportes solicitou às montadoras uma revisão das certificações. Essa medida foi tomada em resposta a um incidente polêmico envolvendo testes de segurança na unidade de carros compactos Daihatsu da Toyota, ocorrido em 2023.

A revelação recente na Toyota levantou preocupações sérias entre os acionistas, levando empresas de consultoria a recomendar o veto à reeleição de Akio Toyoda como presidente. Toyoda admitiu falhas no processo de certificação de veículos, resultando na suspensão temporária das vendas de três modelos fabricados no Japão.

“Como responsável pelo Grupo Toyota, gostaria de pedir sinceras desculpas aos nossos clientes, aos fãs de carros e a todas as partes interessadas pelo ocorrido”, declarou Toyoda, neto do fundador da montadora e seu ex-diretor-executivo, em uma coletiva de imprensa.

A Toyota explicou, em um comunicado, que o erro ocorreu em seis testes realizados entre 2014 e 2020. Os modelos afetados incluem o Corolla Fielder, o Corolla Axio e o Yaris Cross, além de versões de quatro modelos populares, incluindo um da marca de luxo Lexus. A montadora assegurou que os problemas de desempenho não violaram os regulamentos e que os clientes podem continuar a usar seus veículos.

Enquanto isso, a Mazda suspendeu as entregas do Roadster RF e do Mazda2, após descobrir que funcionários alteraram os resultados dos testes de software do motor.

A montadora descobriu manipulações nos testes de colisão dos modelos Atenza e Axela, que já não são fabricados. Em vez de empregar um sensor de bordo para identificar colisões, um cronômetro foi usado para ativar os airbags em alguns testes de impacto frontal.

A notícia gerou efeito no mercado automotivo. As ações da Toyota terminaram o dia com uma baixa de 1,8%, enquanto o índice Topix registrou um ganho de 0,9%. Por outro lado, as ações da Mazda tiveram uma queda de 3,3%.

Da Redação/Com informações da Market Insider

Foto: “Corolla em 10-20mm ” de Clauz Jardim está licenciado sob CC BY 2.0.

Leia mais: Novas normas da Anatel e Lei de Roberto Cidade buscam reduzir chamadas abusivas por telemarketing

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -