31.3 C
Manaus
quinta-feira, maio 23, 2024

PF aciona STF para investigar senador de Roraima por suposta compra de votos

Em nota, o senador Mecias de Jesus afirmou que já prestou esclarecimentos à PF e negou as acusações

Por

A Polícia Federal (PF) pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) para investigar o senador de Roraima Mecias de Jesus (Republicanos) por suposta compra de votos na eleição suplementar da cidade de Alto Alegre, segundo informações do Estadão.

Conforme noticiou O Convergente, no final de abril, ocorreu as eleições suplementares no município de Alto Alegre, em Roraima. Na época, a PF apreendeu R$ 50 mil no carro do senador Mecias de Jesus.

Em nota encaminhada ao Estadão, o senador afirmou que já prestou todos os esclarecimentos à PF, inclusive afirmou que o dinheiro não estava com ele e nem no carro. O parlamentar pontuou que o valor seria usado para pagar custos de uma propriedade rural dele no município.

“Todos os esclarecimentos necessários já foram prestados à Polícia Federal em momento oportuno diante das autoridades. É importante reafirmar que a quantia encontrada não estava com o Senador ou dentro de seu veículo e destinava-se a quitação de custeios e manutenção de propriedade privada no município. Seguimos confiando no esclarecimento dos fatos”, disse ele, em nota.

Na representação enviada ao STF, a Polícia Federal destaca que há “fortes indícios” de envolvimento do senador de Roraima na tentativa de compra de votos. Ainda no documento, a PF diz não haver dúvida de que o dinheiro apreendido pertencia ao líder do Republicanos, e ressalta ainda que o candidato a prefeito que acabou vencendo o pleito estava sendo apoiado por Mecias de Jesus.

*Com informações do Estadão

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -