32.3 C
Manaus
domingo, maio 26, 2024

PF prende homem com notas falsas em Rondônia (RO); saiba como identificar uma cédula verdadeira

O investigado, que ficou preso, responderá pelo crime contra a fé pública, na modalidade de adquirir moeda falsa

Por

Na última terça-feira, (30), a Polícia Federal (PF) prendeu em flagrante um homem que realizou a compra de moedas falsas. A ação teve início após investigações indicarem o envio de moedas falsas para Porto Velho. A negociação, na maioria das vezes, ocorre por meio de aplicativos de mensagens, principalmente em grupos. As notas falsas têm origem em diversas regiões do Brasil.

Policiais federais realizaram a abordagem do destinatário logo após a entrega da encomenda e confirmaram a suspeita de que se tratava de dez notas falsas de R$ 100.

O investigado, que ficou preso, responderá pelo crime contra a fé pública, na modalidade de adquirir moeda falsa. A pena máxima é de 5 anos de reclusão.

No último dia 16, outro homem foi preso em Rondônia em flagrante pela Polícia Federal pelo crime de receptação de cédulas de dinheiro falso. As notas foram enviadas de Luziânia e tinham como destino Teixeirópolis.

Como saber se nota é falsa?

Para fazer a identificação de uma cédula, é necessário se atentar a alguns detalhes. O Banco Central do Brasil (BC) tem seis dicas para ajudar a identificar se uma nota é verdadeira ou falsa. As dicas passam por elementos gráficos e físicos da célula, como uma marca d’água e um relevo em partes específicas.

  • Marca d’água: a dica é colocar a nota contra a luz. Na parte clara, que fica no meio, vão surgir, bem fraquinhas, as imagens do número e do animal representante daquela cédula.
  • Fio de segurança: há uma linha que cruza as notas de R$ 10, R$ 20, R$ 50 e R$ 100 na vertical. Ela é escura, mas só fica visível contra a luz. Se você colocar uma luz bem pertinho da nota, vai ver o valor e a palavra “reais”.
  • Quebra-cabeças: há um quebra-cabeças na frente da nota. Quando colocada contra a luz, o número equivalente ao valor aparece dentro desse retângulo.
  • Alto relevo: algumas partes da nota têm alto relevo, como a legenda “República Federativa do Brasil”, as laterais e os números.
  • Número escondido: tem um jeito bem menos convencional de checar. Na lateral direita, se você colocar a nota na horizontal, na altura do olho, vai ver surgir o valor.
  • E há ainda um truque de mestre: com luz fluorescente, o número de série da nota fica amarelo.

 

 

 

 

Fonte: Comunicação Social da Polícia Federal em Rondônia / G1

Foto: Divulgação / Polícia federal

Leia mais: “Eu não tenho grupo político, mas duvido me ganhar no argumento”, diz Wilker Barreto durante programa ‘Debate Político’

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -