26.3 C
Manaus
sábado, março 2, 2024

Ministério da Saúde vai destinar para saúde R$ 17 bi em recursos paralisados na Pandemia

Valores devem ser usados até 31 de dezembro de 2024

Por

O Ministério da Saúde informou, nesta segunda-feira (12), que cerca de R$ 17 bilhões em recursos não utilizados durante a pandemia de covid-19 serão destinados para ações de custeio e de investimentos na saúde em todo o país. Os valores deverão ser utilizados até 31 de dezembro deste ano.

A pasta regulamentou a Emenda Constitucional 132/2023, que autoriza o uso do saldo financeiro dos fundos de saúde estaduais, municipais e do Distrito Federal para ações e serviços públicos de saúde, seja para despesas correntes ou de investimento. A portaria foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União, no último dia 9.

Os saldos são referentes a recursos transferidos pelo Fundo Nacional de Saúde para enfrentamento da pandemia no período de 2020 a 2022.

O ministério, em comunicado, assegurou que os fundos serão direcionados para fortalecer o SUS em âmbito nacional. Destacando investimentos previstos para 2023 e 2024, a pasta ressaltou um acréscimo de R$ 7,1 bilhões destinados à atenção especializada em 23 estados, totalizando R$ 61,6 bilhões. Além disso, enfatizou o aumento de recursos para procedimentos ambulatoriais e hospitalares.

Em relação à dengue, o ministério destacou medidas em meio ao atual crescimento de casos da doença. Anunciou um incremento nos recursos para combater o Aedes aegypti, elevando o investimento para R$ 1,5 bilhão nesta semana.

Além disso, a pasta do governo Federal prometeu a acelerar a alocação de verbas para estados e municípios que declarem emergência sanitária em decorrência da dengue, outras enfermidades transmitidas por mosquitos ou eventos que impactem a saúde pública.

Veja também:

A vacinação contra HPV em escolas públicas e privadas, além dos postos de saúde, foi pauta na Assembléia legislativa do Amazonas (Aleam) nesta quinta-feira (8). Foi reforçado pelos deputados que a prevenção é uma necessidade nos esforços de combate à principal causa do câncer de colo de útero, tipo que afeta um grande número de mulheres no país, assim como o câncer de mama e o de cólon e reto.

*Com informações da Agência Brasil

Ilustração: Giulia Renata

Leia mais: Deputado destaca a importância da vacinação contra HPV nas escolas

 

📲 Receba no seu WhatsApp notícias sobre a política no Amazonas.

ado destaca a importância da vacinação contra HPV nas escolas

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -