27.3 C
Manaus
domingo, fevereiro 25, 2024

STF divulga processo de tentativa de golpe de Estado e pede prisão de quatro investigados; Confira

A medida se deu com base em pedido da Polícia Federal (PF) e parecer favorável da Procuradoria-Geral da República (PGR)

Por

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), decretou a prisão preventiva de quatro pessoas (Bernardo Romão Correia Neto, Rafael Martins de Oliveira, Filipe Garcia Martins Pereira e Marcelo Costa Câmara) e a busca e apreensão de vários suspeitos de tentativa de golpe de Estado e de abolição violenta do Estado Democrático de Direito, entre eles o ex-presidente da República Jair Bolsonaro.

A medida se deu com base em pedido da Polícia Federal (PF) e parecer favorável da Procuradoria-Geral da República (PGR). A investigação reúne elementos de diversos inquéritos em andamento no STF, entre eles o que apura a existência de uma milícia digital em desfavor da democracia e os que investigam a incitação e o financiamento aos atos golpistas de 8 de janeiro.

Mandados de prisão

– Bernardo Romão Correa Neto – Coronel do Exército;
– Filipe Garcia Martins Pereira – Ex-assessor especial de Bolsonaro;
– Marcelo Costa Câmara – Coronel do Exército citado em investigações;
– Rafael Martins de Oliveira – Major das Forças Especiais do Exército.

Mandados de busca e medidas cautelares

– Ailton Gonçalves Moraes Barros
– Almir Garnier Santos
– Amauri Feres Saad
– Anderson Gustavo Torres
– Angelo Martins Denicoli
– Augusto Heleno Ribeiro Pereira
– Bernardo Romão Correa Neto
– Cleverson Ney Magalhães
– Eder Lindsay Magalhães Balbino
– Estevam Theophilo Gaspar De Oliveira
– Filipe Garcia Martins Pereira
– Guilherme Marques Almeida
– Hélio Ferreira Lima
– Jair Messias Bolsonaro – Ex-persidente
– Jose Eduardo De Oliveira E Silva
– Laércio Vergílio
– Marcelo Costa Camara
– Mario Fernandes
– Paulo Renato de Oliveira Figueiredo Filho
– Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira
– Rafael Martins de Oliveira
– Ronald Ferreira de Araújo Júnior
– Sergio Ricardo Cavaliere De Medeiros
– Tércio Arnaud Tomaz
– Valdemar Costa Neto
– Walter Souza Braga Netto

O ministro também determinou a proibição de contato de todos com os demais investigados e ordenou a entrega de passaportes, com a vedação de se ausentarem do país.

Núcleos

Segundo a Polícia Federal, seis núcleos de atuação disseminavam a narrativa de ocorrência de fraude nas eleições presidenciais, antes mesmo da realização do pleito, para viabilizar uma intervenção das Forças Armadas.

Os núcleos seriam os seguintes: desinformação e ataques ao sistema eleitoral; incitação de militares a aderirem ao golpe de Estado; jurídico; operacional de apoio às ações golpistas; inteligência paralela; e oficiais de alta patente com influência e apoio a outros grupos.

Fonte: STF

Ilustração: Marcus Reis

Leia mais: Zap de Braga Netto: Ex-ministro atacava chefes do Exército e FAB com memes

📲 Receba no seu WhatsApp notícias sobre a política no Amazonas.

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -