30.3 C
Manaus
sexta-feira, março 1, 2024

Contrato caro: SAERB aprova licitação de R$ 6,8 milhões para tratamento de água em Rio Branco

O convênio entre a Prefeitura de Rio Branco e a empresa Sabará Químicos e Ingredientes S.A. tem duração de um ano, com vigência desde 01 de janeiro de 2024 até 03 de janeiro de 2025

Por

Fornecimento contínuo de Cloro Gás Liquefeito, com instalação de equipamentos nas Estações de Tratamento (ETAS) I e II, é um dos cinco serviços que vão custar caro aos cofres públicos da capital do Acre (AC). Esse trabalho, que atenderá às necessidades solicitadas por Enoque Pereira de Lima, Diretor-Presidente do Serviço de Água e Esgoto de Rio Branco (SAERB), custará R$ 6,8 milhões.

Este serviço foi aprovado por meio da tomada de preços sob o número 276/2023. O extrato de contrato número 01240002/2024 foi publicado no Diário Oficial da Estação do Acre em 22 de janeiro.

A Sabará Químicos e Ingredientes S.A. foi a empresa contratada pela Prefeitura Municipal de Rio Branco. Ela ofereceu menor preço no pregão para realizar o serviço. O convênio entre a Prefeitura e a Sabará tem duração de um ano, com vigência desde 01 de janeiro de 2024 até 03 de janeiro de 2025. O valor global fechado com a SAERB é de exatos R$6.821.100,00 (seis milhões, oitocentos e vinte e um mil e cem reais), e conforme o pregão, será pago com Recurso Próprio (RP) ou Recurso Próprio das Indiretas (RPI).

A empresa, com sede em São Paulo (SP), está ativa na Receita Federal e inscrita no CNPJ: 12.884.672/0005-10. Elias de Oliveira é o diretor da empresa que atua nos segmentos da Agropecuária, Indústria e Saneamento, especialmente com o Dióxido de Cloro no tratamento de águas de consumo humano, na fase de pré-oxidação ou no tratamento de efluentes, prestado para a prefeitura de Rio Branco.

Além de ser um serviço caro para o município, recentemente o prefeito Tião Bacalom (PP), também desembolsou uma quantia considerável para uma obra de recapeamento asfáltico na cidade, incluindo execução, manutenção, recuperação e recomposição de pavimentos, reparos nas redes de drenagem, água e esgoto, bem como nas calçadas, por R$18 milhões. O pedido foi feito pelo Secretário em exercício, Wilson José das Chagas Sena Leite, da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Mobilidade Urbana (SEINFRA).

O Convergente procurou a Prefeitura Municipal de Rio Branco e a SAERB por e-mail. Ambas as instituições não responderam às demandas. Em relação à empresa Sabará Químicos, fomos orientados a solicitar informações através de [email protected], conforme instruções obtidas pelo contato 11 26**-5000. O senhor Elias de Oliveira, diretor da empresa, não forneceu informações.

Leia mais: David Almeida e mais 19 prefeitos do país podem concorrer a reeleição em 2024

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -