30.3 C
Manaus
sexta-feira, fevereiro 23, 2024

PL de Roberto Cidade reconhece Utilidade Pública da Associação de Moradores da RDS do Juma, em Novo Aripuanã

A associação tem como finalidade atender às 46 comunidades que formam a Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Juma

Por

Reconhecendo a importância da Associação de Moradores Agroextrativista da Reserva de Desenvolvimento Sustentável – RDS do Juma – AMARJUMA para conservação ambiental e extrativismo sustentável, o presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado estadual Roberto Cidade (UB), propôs o Projeto de Lei nº 1.184/2023, que declara a representação como Utilidade Pública.

Situada em Novo Aripuanã (distante 1.373,7 quilômetros de Manaus), a sede da RDS do Juma foi fundada em 28 de novembro de 2006 e tem como finalidade atender às 46 comunidades que formam a Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Juma.

“A Associação de Moradores do Juma auxilia a todas as famílias da RDS, principalmente as mais carentes. A AMARJUMA desempenha um papel crucial no fomento ao desenvolvimento sustentável da região. A associação promove atividades econômicas que garantem a subsistência das comunidades locais sem comprometer a integridade do meio ambiente. Ao designá-la como Utilidade Pública fortalecemos a capacidade da associação em estabelecer parcerias e colaborações com entidades governamentais, não-governamentais e setor privado. Isso amplia a capacidade dela em implementar projetos e programas em benefício da comunidade local”, afirmou.

*Com informações da assessoria

Leia mais: Após proposta de Roberto Cidade, complexo da Ponta Negra se torna Patrimônio Histórico do AM

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -