34.3 C
Manaus
sexta-feira, fevereiro 23, 2024

Ausência de Yomara Lins causa briga entre vereadores na CMM: “maldade”

A vereadora que era contra o empréstimo precisou viajar para realizar uma cirurgia, e a licença rendeu comentários na CMM

Por

Após a aprovação do requerimento de pedido de empréstimo da Prefeitura de Manaus, os vereadores protagonizaram um desentendimento na Câmara Municipal de Manaus (CMM), nesta quarta-feira (6). O motivo da discussão foi a ausência da vereadora Yomara Lins, que está de licença médica.

Yomara precisou viajar para São Paulo, onde passa por uma cirurgia médica que, de acordo com os parlamentares, é um quadro grave. Ao falar sobre o requerimento aprovado, o vereador Rodrigo Guedes insinuou que o prefeito David Almeida reenviou o pedido, devido à ausência da parlamentar.

“Apresenta quando sabe que uma vereadora saiu para uma cirurgia. Ele tinha tempo de apresentar antes, mas aí ele apresenta sabendo que ela saiu, porque é um voto contrário a menos”, disse o vereador.

Logo após o comentário dele, o vereador Sassá da Construção Civil pediu a palavra e disse que as falas de Rodrigo Guedes foram maldosas e pediu para que o mesmo se retratasse. “Só quero que o nosso colega que falou da vereadora Yomara peça desculpas […] Já que ele diz que é do povo, que é uma pessoa honesta, então peça desculpas”, afirmou.

O vereador Rodrigo Guedes respondeu a afirmação do colega de Casa e disse que era problema de interpretação do mesmo, uma vez que não havia proferido palavras contra a vereadora, mas sim contra o prefeito de Manaus.

“Eu disse que o prefeito enviou o projeto em um momento em que ela está em uma mesa de cirurgia e não pode votar. Eu presto aqui toda minha solidariedade a ela. É claro que ela está em uma situação gravíssima, mas isso todos nós já sabíamos que ela já estava em uma situação”, disse. “Pode ter sito apenas uma coincidência, mas é fato. E ela votou ao contrário”, completou referindo-se à votação anterior, em que a CMM rejeitou o pedido de empréstimo.

O vereador Wallace Oliveira também se pronunciou sobre o assunto e criticou os comentários do vereador, alegando que as falas de Rodrigo Guedes fugiram dos padrões da Casa Legislativa.

“A ficha dele já está caindo, já está percebendo que cometeu uma falha. Mas no momento em que ele usou indevidamente o nome de uma vereadora, uma mulher, que veio e foi atacada, isso não pode passar despercebido”, disparou.

Ele ainda afirmou que o vereador tentou usar o nome de Yomara Lins para buscar uma justificativa para a votação, no entanto, mesmo se a vereadora estivesse presente, o requerimento seria aprovado. “Usou o nome de uma mulher na busca de uma justificativa de uma votação que, inclusive, não sofreria nenhuma alteração se ela estivesse aqui votando. O resultado seria a aprovação pelo o que estava no painel”, pontuou.

Aprovação

Na sessão desta quarta-feira (6), os vereadores votaram o novo pedido de empréstimo solicitado pela Prefeitura de Manaus no valor de R$ 580 milhões. Os parlamentares aprovaram a solicitação do município com 21 votos a favor e 18 contrários.

De acordo com a Prefeitura de Manaus, o empréstimo, que será feito através do Banco do Brasil, será aplicado em investimentos para Manaus, como na infraestrutura, em obras de complexos viários, revitalização e construções de parques, estações de ônibus, construções de unidades habitacionais e limpeza de igarapés.

Leia mais: CMM aprova prioridade máxima para tramitação da criação da Secretaria Municipal de Relações Institucionais e de Promoção de Igualdade Racial

___

Por Camila Duarte

Revisão textual: Vanessa Santos

Ilustração: Giulia Renata Melo

📲 Receba no seu WhatsApp notícias sobre a política no Amazonas.

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -