32.3 C
Manaus
domingo, junho 16, 2024

Suspeitos de desvio de medicamentos a crianças Yanomami são alvos da PF em Roraima

A primeira fase da Operação Yoasi, deflagrada em novembro de 2022, apontou o suposto esquema que teria deixado mais de 10 mil crianças Yanomami desassistidas

Por

A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (4) a segunda fase da Operação Yoasi, com objetivo de investigar suspeitos de lavar recursos que seriam oriundos do desvio de medicamentos destinados ao povo Yanomami. São cumpridos 4 mandados de busca e apreensão em Boa Vista/RR, expedidos pela 4ª Vara da Justiça Federal em Roraima.

A primeira fase da operação, deflagrada em no final de novembro de 2022, investigou o suposto esquema que teria deixado mais de 10.000 crianças Yanomami desassistidas, com a efetiva entrega de apenas 30% dos medicamentos adquiridos pelo Distrito Sanitário Especial Indígena Yanomami (DSEI-Y).

As investigações indicaram a participação de outros suspeitos nos crimes investigados, os quais teriam realizado vultuosos aportes em empresas suspeitas com o objetivo de dar aparência de legalidade aos valores supostamente desviados.

Apenas um dos alvos da operação de hoje, preso na Operação Hipóxia, deflagrada no início de setembro e que investigou o superfaturamento de oxigênio destinado aos Yanomami, é suspeito de ter repassado R$ 4 milhões de reais para a empresa investigada na Yoasi.

As investigações seguem em andamento.

*Com informações da Polícia Federal

Leia mais: Em operação da PF, prefeito de Rio Preto da Eva é preso por porte ilegal de arma

📲 Receba no seu WhatsApp notícias sobre a política no Amazonas.

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -