29.3 C
Manaus
sexta-feira, fevereiro 23, 2024

Governo de Roraima se pronuncia após secretário da Sefaz relatar crise financeira no Estado: “discussão mesquinha”

Segundo o secretário, o governo de Antônio Denarium acarretou mais de R$ 15 milhões de dívidas ao mês

Por

Por meio de nota, o Governo de Roraima se manifestou após discurso do secretário da Fazenda, Manoel Freitas, sobre uma suposta crise financeira enfrentada no Estado. A fala ocorreu na Assembleia Legislativa de Roraima, na última terça-feira (12).

De acordo com o secretário, a arrecadação do ICMS, IPVA e ITCD está em déficit, de janeiro a agosto de 2023. Além disso, o Estado possui uma dívida de mais de R$ 15 milhões por mês devido a empréstimos e precatórios feitos pelo governo.

O secretário de Estado do Planejamento, Rafael Fraia, ainda completou o argumento, afirmando que houve um aumento de quase 6% concedido para os servidores, o que ocasionou maior despesa com pessoal, a qual não estava prevista no orçamento de 2023, podendo levar a um atraso no pagamento dos servidores.

Após as explanações, os deputados estaduais de Roraima cobraram explicações dos representantes do governo, uma vez que foi aprovado o aumento do índice de cobrança do ICMS pela ALE, no ano passado.

Com a repercussão de que servidores públicos perderiam os cargos, o Governo de Roraima emitiu uma nota para tranquilizar, no entanto, o comunicado continha frases que alfinetavam os secretários e exaltavam o governador cassado Antônio Denarium.

“A Secretaria Estadual de Comunicação vem a público tranquilizar os servidores públicos estaduais sobre uma matéria veiculada na impresa que trata de um possível atraso de pagamento do salário dos servidores. Em primeiro lugar, o servidor público é prioridade absoluta do governo Antônio Denarium, que em 4 anos e meio fez o que ninguém havia feito por esse estado”, iniciou o comunicado.

A nota ainda relatou que o Brasil vive um mometno de desaceleração da economia e que, segundo a Comunicação de Roraima, “vem gerando um clima de instabilidade e pondo as contas públicas em risco”.

“A Secom-RR lamenta que algumas pessoas usem de forma politiqueira o assunto que é uma realidade nacional para trazer uma discussão política, mesquinha e que não merece atenção e nem respeito”, disparou a nota.

Leia mais: Denúncias contra Denarium vão de licitações suspeitas até favorecimento ao garimpo ilegal

___

Por Camila Duarte

Revisão textual: Vanessa Santos

Ilustração: Giulia Renata Melo

📲 Receba no seu WhatsApp notícias sobre a política no Amazonas.

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -