29.3 C
Manaus
sexta-feira, abril 19, 2024

Cassado, Denarium avisa que não vai sair do Governo

Governador promete recorrer e permanecer no comando

Por

O governador Antonio Denarium disse nesta segunda-feira (4/8) que não vai deixar o poder. Mesmo condenado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), o político diz que a consciência não o atormenta.

Apesar de ter sido condenado por infringir a Lei eleitoral, por distribuir cestas básicas em período de campanha, Denarium ainda falou em justiça.

A adversária política do governador, Teresa Surita comemorou a decisão, mas, apesar da sentença, o político ainda tem o direito de recorrer e permanecer no cargo.

Por maioria de votos, o tribunal entendeu que o governador contrariou a legislação eleitoral ao promover um programa social para distribuição de cestas básicas no ano do pleito, no qual concorreu à reeleição.

A decisão do TRE determina o afastamento de Denarium do cargo, aplicação de multa e realização de novas eleições no estado. Contudo, o governador poderá recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para permanecer no cargo durante a tramitação do processo.

A representação contra Denarium foi apresentada pelo partido Avante. No processo, o Ministério Público Eleitoral argumentou que ele criou o programa Cesta da Família, que distribui cestas básicas a famílias de baixa renda, em ano eleitoral, prática vedada pela Lei das Eleições. Além disso, outro programa chamado Renda Cidadã aumentou de 10 mil para mais de 60 mil beneficiários sem justificativa ou requisitos.
Em nota, Antonio Denarium disse que continua no cargo e que as “instâncias superiores irão restabelecer a verdade”.

Leia mais: Denarium é cassado pelo TRE por distribuir cestas básicas no período eleitoral

Em nota, Antonio Denarium disse que continua no cargo e que as “instâncias superiores irão restabelecer a verdade”.

“Estou com a consciência tranquila de que fiz o correto pelo bem de nosso povo. As ações realizadas pelo nosso governo sempre tiveram objetivo de ajudar quem mais precisa”, afirmou.

O Governo de Rondônia também divulgou nota, afirmando que a decisão de hoje não irá impactar nos serviços prestados. “O governo do estado vai manter sua linha de total transparência das suas ações e se posicionará durante as novas fases processuais”.

Por: Redação

Revisão textual: Vanessa Santos

Fique ligado em nossas redes

spot_img

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -