25.3 C
Manaus
sábado, maio 25, 2024

Maioria dos deputados da bancada do Amazonas votou a favor da reestruturação dos ministérios

O portal O Convergente entrou em contato com os deputados citados para perguntar os motivos pelos quais os parlamentares votaram a favor da MP e como eles analisam essa restruturação na economia

Por

A Câmara dos deputados aprovou na madrugada desta quinta-feira a medida provisória que reestrutura os ministérios. O texto que passou pelos deputados manteve o número de pastas definidas pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva originalmente, mas mudou a organização interna delas. O Senado ainda precisa votar o texto, o que deve acontecer nesta quinta-feira.

O texto foi aprovado por 337 votos a favor, com 125 contrários e uma abstenção. Os deputados federais que fazem parte da bancada do Amazonas são:

Adail Filho (Republicano-AM), Amom Mandel (Cidadania-AM), Átila Lins (PSD-AM), Alberto Neto (PL-AM), Fausto Santos Jr. (União-AM), Sidney Leite (PSD-AM), Silas Câmara (Republicano-AM), Saullo Vianna (União Brasil)

Entre os parlamentares do Amazonas, quatro estão de acordo com a restruturação, um é contra e três estiveram ausentes:

• Adail Filho (Republicano-AM) -votou sim
• Amom Mandel (Cidadania-AM) -votou sim
• Átila Lins (PSD-AM) – ausente
• Alberto Neto (PL-AM) -votou não
• Fausto Santos Jr. (União-AM) -votou sim
• Sidney Leite (PSD-AM) -ausente
• Silas Câmara (Republicano-AM) -votou sim
• Saullo Viana (União Brasil) – ausente

O portal O Convergente entrou em contato com os deputados citados para perguntar os motivos pelos quais os parlamentares votaram a favor da MP e como eles analisam essa restruturação na economia.

O deputado Federal, Amom Mandel, por meio de sua assessoria respondeu. “Assim como tentaram fazer isso com Bolsonaro no passado e eu fui a favor de não interferir na prerrogativa do presidente de escolher como vai organizar o governo, defendo isso agora. É uma questão de coerência”.

Os demais parlamentares, até o momento da publicação, não retornaram ao portal.

Contra

O Convergente também entrou em contato com o deputado Alberto Neto que foi o único político da bancada do Amazonas a votar contra. Até o momento da publicação, não houve retorno. Espaço segue aberto

Ausente

Os deputados federais Átila Lins, Sidney Leite e Saullo Vianna estiveram ausente durante a votação na câmara dos deputados. O portal procurou a assessoria de todos os parlamentares para solicitar nota sobre a ausência, apenas Sidney Leite retornou com a seguinte mensagem:

“Diz ao Convergente que estive ausente, porque estava participando dos festejos comemorativos aos 141 anos de fundação de São Paulo de Olivença e inaugurando obras construídas com recursos de minhas emendas parlamentares”.

MP dos ministérios

Editada por Lula em janeiro, a MP criou ministérios e redistribuiu órgãos e atribuições entre as pastas. Se perder a validade, a Esplanada, hoje com 37 pastas, retornará ao formato de governo do ex-presidente Jair Bolsonaro, com 23 ministérios. Para isso, o Senado precisa aprovar a MP nesta quinta.

O texto tem eficácia até às 23h59 desta quinta-feira (1º) e ainda precisa ser aprovado pelo Senado. O presidente da Casa, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), já marcou uma sessão para esta quinta para analisar o texto.

Durante a votação de um destaque do PL, deputados aprovaram a recriação da Funasa, reduto de políticos. A votação em cima da hora se deveu, entre outras coisas, à insatisfação de deputados com a articulação do governo.

Leia mais: Veja como os deputados da bancada do Amazonas votaram na MP dos ministérios do Governo Lula

Por Kalinka Vallença

Revisão Textual: Vanessa Santos

Foto: Divulgação / Ilustração: Marcus Reis

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -