27.3 C
Manaus
quinta-feira, abril 18, 2024

Na Itália, Zelensky visita o Papa Francisco e tem encontro com o presidente e a primeira-ministra

Nas redes sociais, o presidente ucraniano afirmou ser uma visita muito importante ao seu país. Esta é a primeira viagem do presidente ucraniano ao país, após a invasão da Rússia, em 2022

Por

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, chegou em Roma, na Itália, neste sábado, 13/5, para conversar com funcionários do governo do país e o Papa Francisco, que no final de abril disse que a Santa Sé está envolvida em uma missão de paz para acabar com a guerra com a Rússia. Esta é a primeira viagem de Zelensky à Itália desde a invasão da Rússia, em 24 de fevereiro de 2022.

Segundo o jornal italiano “Corriere della Sera”, o encontro com o pontífice estava marcado para perto das 10h, no horário de Brasília, mas foi adiado em 1 hora. Nas redes sociais, o presidente ucraniano afirmou ser uma visita muito significativa. “Uma visita importante para a próxima vitória da Ucrânia!”, escreveu ao desembarcar na Itália.

Já o papa Francisco comentou em suas redes sociais neste sábado fazendo uma oração sobre diálogo e paz. “Que a #NossaSenhoradeFátima, Mãe de Jesus e nossa, nos ajude a construir caminhos de encontro e de diálogo rumo à paz, e nos dê a coragem de os empreender sem demora. #RezemosJuntos“, escreveu o pontífice.

Logo após a sua chegada, Zelensky foi até o Palácio do Quirinal, residência oficial do presidente da Itália, Sergio Mattarella, onde ele teve um encontro de meia-hora. “É uma honra para a Itália tê-lo aqui em Roma. Tenho o prazer de encontrá-lo novamente após nosso encontro há mais de três anos, mesmo que a condição que você enfrenta seja bem diferente. Estamos totalmente ao seu lado, seja bem-vindo presidente”, disse Mattarella.

Depois, o ucraniano teve uma reunião de mais de 1 hora com a primeira-ministra Giorgia Meloni no Palazzo Chigi, sede do governo italiano. 

Meloni visitou Zelensky em Kiev em fevereiro. Na ocasião, ela assegurou o apoio contínuo da Itália à Ucrânia, apesar de alguns de seus aliados, principalmente o ex-primeiro-ministro Silvio Berlusconi, terem laços estreitos de longa data com Moscou.

O encontro com o Papa seria a parte mais significativa da estadia de Zelensky na Itália. Ele conheceu o pontífice em 2020 no Vaticano e os dois tiveram várias conversas por telefone desde o início da guerra.

No final de abril, durante o voo de retorno à Roma após sua visita à Hungria, Francisco disse a repórteres que o Vaticano estava envolvido em uma missão de paz, mas não ofereceu mais detalhes sobre o fato.

Nem Moscou, nem Kiev comentaram as declarações do pontífice.

Antes do fim de sua viagem no país, o presidente ucraniano também deve participar de um popular talk show da televisão italiana.

Leia mais: Conversas apontam que Mauro Cid tentou alterar data de ofício para reaver joias

 

Da Redação com informações g1

Foto: Remo Casilli / Reusters

Fique ligado em nossas redes

spot_img

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -