26.3 C
Manaus
sexta-feira, maio 17, 2024

Nos EUA, Wilson Lima convida Coca-Cola a renovar parceria para o desenvolvimento sustentável do Amazonas

Como parte de agenda nos Estados Unidos, o governador entregou uma carta de intenções a executivos da companhia para ampliar ações no estado

Por

O governador Wilson Lima entregou, nesta quinta-feira (11/05), uma carta de intenções a executivos da Coca-Cola para renovar a parceria entre o Governo do Amazonas e a empresa a favor do desenvolvimento sustentável do estado. O documento que formaliza o convite para ampliação da parceria foi entregue na sede da companhia, em Atlanta (Georgia, Estados Unidos).

Na oportunidade, os dirigentes apresentaram a fábrica e programas sustentáveis da Coca-Cola ao governador. A parceria com o Estado já dura mais de três décadas – tempo que a companhia está instalada no Polo Industrial de Manaus. Para Wilson Lima, o encontro reforçou a importância da união entre Estado e iniciativa privada para ampliar ações voltadas ao desenvolvimento sustentável da região.

“Todas essas parcerias que a gente tem feito com a Coca-Cola são importantes e eu vim aqui (na sede da empresa, nos EUA) entregar uma carta reforçando essa parceria e, naturalmente, trabalhando para aumentar essas atividades e essas ações feitas em conjunto com o Governo do Estado”, afirmou o governador Wilson Lima.

Além do chefe do maior estado brasileiro, estiveram presentes o presidente de Desenvolvimento Internacional da empresa, Henrique Braun; a vice-presidente sênior e diretora de Comunicações, Sustentabilidade e Parcerias Estratégicas, Beatriz Perez; o vice-presidente de Política Global, Sustentabilidade Ambiental e Impacto Social, Michael Goltzman; o líder da área de Relações Governamentais da Coca-Cola no Brasil, Victor Bicca; além do secretário de Estado de Meio Ambiente, Eduardo Taveira; e do secretário-chefe da Casa Civil, Flávio Antony.

Carta de intenções

Entre os compromissos contidos no documento estão ações voltadas à redução do desperdício; do consumo consciente; do reaproveitamento energético e a reciclagem; fomento às cadeias produtivas de baixas emissões; redução das emissões de carbono em grandes eventos; fortalecimento da defesa do Polo Industrial de Manaus, em especial nas atividades sustentáveis, como o polo de concentrados; e ampliação da oferta de Serviços Ambientais nas Unidades de Conservação do Amazonas.

“Com foco na sustentabilidade e no desenvolvimento econômico sustentável da região, a Coca-Cola Brasil reforça seu compromisso de continuar contribuindo pela geração de emprego e renda e também pela proteção da floresta amazônica. Receber as lideranças do Amazonas em nossa sede, em Atlanta, é uma oportunidade de reforçar o nosso compromisso com toda a região”, ressaltou o diretor de Relações Governamentais da Coca-Cola Brasil, Victor Bicca.

Parceria e presença no Amazonas

A Coca-Cola atua há 33 anos no Amazonas com a Recofarma, a fábrica de concentrados detentora do título de maior exportadora entre as empresas instaladas no Polo Industrial de Manaus, além da presença do Grupo Solar, fabricante do Sistema Coca-Cola Brasil no Estado. Segundo a empresa, a presença no Estado gera mais de 14 mil empregos e renda na capital e no interior, além disso 100% do guaraná utilizado nas bebidas à base do fruto do Guaraná (como Fanta Guaraná, Guaraná Kuat, Tuchaua) são provenientes do Amazonas.

Um dos principais programas da empresa no estado é Olhos da Floresta, criado em 2016 em parceria com o Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola (Imaflora), que oferta apoio técnico para a adoção de práticas agroecológicas, como inclusão social, geração de renda e uso racional dos recursos naturais. Com essa iniciativa, a Coca-Cola Brasil está presente em 90% das áreas produtivas do guaraná em território amazonense, o que compreende 18 municípios e 124 comunidades, envolvendo mais de 350 famílias de produtores e beneficia mais de 3 mil pessoas na cadeia produtiva.

Entre as principais parcerias da empresa com o Governo do Estado estão: patrocínio oficial, há 27 anos, do Festival Folclórico de Parintins; iniciativas como a ação Recicla, Galera, que mobiliza os bumbás para dar destinação correta aos resíduos gerados durante o evento; parceria público-privada ao ofertar 600 refeições/dia para a unidade do Centro de Manaus do restaurante popular Prato Cheio, que oferece refeição a R$ 1, entre outros.

Leia mais: UEA participa do Fórum de Bioeconomia da Amazônia, em Miami

Por informações da Assessoria

Foto: Divulgação

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -