27.3 C
Manaus
domingo, junho 23, 2024

Bolsonaro nega que tomou a vacina da Covid-19: ‘li a bula e não tomei’

Operação da PF investiga suposto esquema de fraudes em cartões de vacinação contra a Covid-19; o aparelho celular de Bolsonaro também foi apreendido

Por

Após a Polícia Federal apreender o aparelho celular do ex-presidente Jair Messias Bolsonaro (PL), durante a Operação Venire, deflagrada na manhã desta quarta-feira, 3/5, Bolsonaro falou com a imprensa e disse não ter tomado a vacina contra a Covid-19 e que não houve adulteração em seu cartão.

Durante a declaração, dada ainda enquanto Bolsonaro deixava sua casa, no Jardim Botânico, em Brasília, o ex-mandatário do Brasil disse que ao ler a bula da vacina decidiu por não tomar a vacina. O endereço também foi alvo da operação da PF.

“O objetivo da busca e apreensão na casa do ex-presidente Jair Bolsonaro: cartão de vacinação. O que eu tenho a dizer para vocês: eu não tomei a vacina”, declarou o ex-presidente, afirmando que não houve qualquer mudança em seu cartão de vacina: “não existe adulteração da minha parte”.

Após a declaração, Bolsonaro se deslocou para a sede do PL, também em Brasília.

As informações são de que apenas a ex-primeira-dama, Michelle Bolsonaro tomou a vacina fora do país.

Leia mais: Costa Neto sai em defesa de Bolsonaro e Michelle Bolsonaro diz não saber o motivo da operação da PF

 

Da Redação

Foto: Breno Esaki/Metrópoles

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -