27.3 C
Manaus
sexta-feira, fevereiro 23, 2024

MPAM vai apurar possíveis irregularidades cometidas por vereadora irmã do prefeito de Maués

A publicação não pontua quais são os supostos atos de improbidade administrativa cometidos por Carla Leite, mas a vereadora é investigada pelo órgão ministerial desde 2021

Por

O Ministério Público do Amazonas (MPAM) instaurou um Inquérito Civil para apurar possíveis atos de improbidade administrativa cometidos pela vereadora Carla Leite, da Câmara Municipal de Maués. A parlamentar é irmã do atual prefeito do município, Júnior Leite (PSC) e a decisão foi publicada no Diário do órgão, nessa quinta-feira, 13/4.

O procedimento é originário da Notícia de Fato nº 040.2021.000431, que teve o prazo expirado e o promotor de Justiça de Manaus, Sérgio Roberto Martins Verçosa, decidiu transformar em um Inquérito Civil para investigar “suposta prática de atos de improbidades administrativas, em tese, pela vereadora Carla Leite”, diz a decisão de instauração.

A improbidade administrativa pode ser definida como sendo um ato ilegal ou contrário aos princípios básicos da Administração Pública, cometido por agente público, durante o exercício de função pública.

A publicação não pontua quais são os supostos atos de improbidade administrativa cometidos por Carla Leite, mas a vereadora é investigada pelo órgão ministerial desde 2021.

 

 

 

 

MPAM

Leia mais: Suspeita de direcionamento: TCE acata medida contra Prefeitura de Manicoré

 

Da Redação

Foto: Reprodução / Facebook

Fique ligado em nossas redes

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -